Atacante corinthiano de 2005 volta a jogar futebol

Atacante corinthiano de 2005 volta a jogar futebol

Por Meu Timão

Gil voltará ao futebol profissional

Gil voltará ao futebol profissional

Faltando só um dia para encerrar os reforços para o Brasileirão Série B, o ABC anunciou um novo jogador: o atacante Gil, ex-Corinthians, integrará a equipe do time de Natal. Nesta quinta-feira, o nome do jogador foi publicado no BID.

Polêmico, o jogador é lembrado por uma declaração curiosa que deu, quando atuava pelo Cruzeiro em 2006. Após ganhar o título mineiro, Gil concedeu entrevista a uma rádio da capital, e quando perguntando se valia tudo para comemorar o título, foi categórico "vale tudo, só não vale dar o c...".

Gil volta a jogar após três anos longe dos gramados, e assinou um contrato de produtividade com a equipe do ABC - seu salário só será pago (e definido) a partir do momento em que ele estiver novamente em forma.

Apesar do tempo afastado, o jogador tem 34 anos - idade que muitos atletas ainda estão atuando. Por isso, caso se recupere do período em que ficou distante do futebol profissional, ele poderá ter bom desempenho no jogador. Foi o próprio Gil quem procurou o ABC, a princípio, com o pedido de utilizar as dependências do clube para sua recuperação física.

Veja Mais:

  • Timão venceu rival brasileiro em Orlando e carimbou classificação à final da Florida Cup Playoff

    Em noite de estreias e gol de Kazim, Corinthians goleia o Vasco na Florida Cup

    ver detalhes
  • Craque da partida, Kazim marcou um gol e deu uma assistência em apenas 45 minutos; Cristian foi abaixo

    Time reserva supera titular em notas da partida

    ver detalhes
  • Carille já foi avisado que Fagner e Rodriguinho podem ser convocados

    Além de Fagner, meia do Corinthians pode ser chamado por Tite para a Seleção Brasileira

    ver detalhes
  • Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    [Marco Bello] Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes