Seleção Peruana pode liberar Guerrero para jogo decisivo

Seleção Peruana pode liberar Guerrero para jogo decisivo

Por Meu Timão

Guerrero deve atuar contra o Galo

Guerrero deve atuar contra o Galo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A federação do Peru estuda a dispensa de Paolo Guerrero do amistoso que acontece contra a Guatemala, dia 14 de outubro. Se concretizada, a liberação permitiria o atacante a enfrentar o Galo, pela fase decisiva da Copa do Brasil.

Considerado um adversário mais "frágil" pelo treinador Pablo Bengoechea, a Guatemala não preocupa muito a seleção peruana. Por isso, pelo bom senso - que falta muitas vezes à própria CBF e ao treinador Dunga - Guerrero poderia ser dispensado para participar de uma partida mais importante pelo Corinthians.

Sendo assim, o jogador desfalcaria o Corinthians apenas no Campeonato Brasileiro, quando o Timão enfrenta Cruzeiro e Botafogo. Além de Guerrero, Mano também perde Elias e Gil, já convocados por Dunga, e também não deve contar com Lodeiro, provável convocado pela seleção uruguaia.

Por isso, ainda que tenha Paolo Guerrero, o jogo contra o Atlético-MG pelas quartas de final da Copa do Brasil ainda não será completo. Mano deverá testar algumas formações até lá, mas já garantiu que não irá se "apoiar" nos desfalques para justificar resultados negativos.

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes
  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes