Atraso no vôo provoca inicio 'azarado' da maratona do Timão

Atraso no vôo provoca inicio 'azarado' da maratona do Timão

Por Meu Timão

880 visualizações 28 comentários Comunicar erro

Corinthians desembarcou com atraso em Belo Horizonte

Corinthians desembarcou com atraso em Belo Horizonte

Foto: Marcelo Pereira/Terra

A sucessão de viagens do Corinthians mal começou e já causou desgaste na delegação do Timão. A maratona, que começa por Belo Horizonte, sofreu atraso de cerca de duas horas no vôo, fazendo com que a equipe chegasse em Minas Gerais somente às 0h30.

Cansados, os jogadores se dirigiram imediatamente para o hotel, onde se preparam para a partida decisiva contra o Cruzeiro, no Mineirão, às 22h desta quarta-feira. Bater o líder será tarefa importante para o time de Mano conseguir se classificar para a Libertadores, mas os desfalques do time tornam a tarefa difícil.

O psicológico dos jogadores também pode ser outro fator decisivo no cansaço - o afastamento das famílias e a exaustiva sequência de viagens torna ainda mais dura a situação corinthiana. Jogadores e comissão técnica não retornam para São Paulo após o confronto, e ficam até sexta na capital mineira.

De lá, se dirigem para o jogo de Manaus, contra o Botafogo. A prática de venda de mandos de campo contra o Corinthians tem sido prejudicial para o time pois, apesar de aproximar o clube da torcida que está distribuída pelo país, aumenta muito as horas de vôo e o cansaço da equipe.

O jogo desta quarta, será o primeiro dos quatro confrontos fora de casa do Corinthians que enfrenta Cruzeiro, Botafogo, Atlético-MG (pela Copa do Brasil) e Internacional. O roteiro do time, portanto, ficará da seguinte forma: Belo Horizonte, Manaus, São Paulo (o time retorna no domingo, treina segunda e terça e segue na terça mesmo), Belo Horizonte novamente e por fim, Porto Alegre.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Roberto de Andrade atrasaram pagamento de premiações ao elenco

    Corinthians priorizou grana da Copa do Brasil para pagar premiações atrasadas aos jogadores

    ver detalhes
  • Pedrinho recebeu oferta informal de 25 milhões de euros em julho

    Corinthians recusou contratações e contas no azul por Pedrinho antes de procura do Real Madrid

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves já trabalham por reforços para 2019

    Diretor financeiro garante que Corinthians tem dinheiro para se reforçar; Andrés fortalece filosofia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes