STJD denuncia o Corinthians mais uma vez

STJD denuncia o Corinthians mais uma vez

Por Meu Timão

24 mil visualizações 221 comentários Comunicar erro

Paulo Schmitt manda e desmanda no futebol brasileiro

Paulo Schmitt manda e desmanda no futebol brasileiro

O Corinthians acaba de receber mais uma denuncia do STJD. O clube já era líder isolado no ranking de denuncias da entidade, mas dessa vez pode ser mais complicado já que o time pode perder pontos no campeonato brasileiro.

Segundo o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, (responsável direto pelo rebaixamento da Portuguesa a Série B em 2013 na base do tapetão) a situação de Petros estava irregular durante o empate entre Corinthians e Coritiba por 0x0 no primeiro turno do Brasileirão.

O Corinthians nem culpa tem, a situação irregular foi um erro da FPF ou da CBF (ambas também estão sendo denunciados pelo STJD), mas quem pode se prejudicar mais é o clube que pode perder 4 pontos e despencar na tabela de classificação.

Segundo a procuradoria da entidade, nas partidas seguintes ao empate contra o Coritiba a situação de Petros já estava regularizada tanto no Brasileirão quanto na Copa do Brasil.

Se for julgado e punido, hoje com 46 pontos no campeonato e na sexta posição, o Corinthians iria para 42 pontos e ficaria empatado com o Fluminense, na oitava posição, bem longe do G4.

Veja Mais:

  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Agora em definitivo: Boselli é esperado no Brasil nesta sexta-feira

    Boselli inicia viagem para se reapresentar ao Corinthians

    ver detalhes
  • Thiaguinho (à esq.) pode ganhar vaga caso Ramiro se torne desfalque

    Com Sornoza e sem Ramiro, Carille ensaia escalação do Corinthians para estreia no Paulistão

    ver detalhes
  • Guilherme Arana pode voltar ao Corinthians em 2019

    Corinthians faz proposta para compra de Guilherme Arana; Flamengo tenta atravessar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes