Mirando a libertadores, Petros pede: 'Temos de vencer a qualquer custo'

Mirando a libertadores, Petros pede: 'Temos de vencer a qualquer custo'

Por Larissa Emanuelle

570 visualizações 24 comentários Comunicar erro

Petros quer Timão vencendo de qualquer forma

Petros quer Timão vencendo de qualquer forma

A vitória sobre o Internacional trouxe novamente a esperança de uma vaga na Libertadores para o Timão. O meia Petros acredita que é necessário vencer de qualquer forma, seja jogando bonito ou não.

"Pela necessidade de voltar ao G-4 logo temos de vencer. Sabemos das dificuldades, mesmo com os desfalques, temos de vencer a qualquer custo. Jogar aberto ou não depende de como o treinador vai preferir que joguemos, mas o mais importante é vencer. Nesse momento da competição é mais importante vencer do que jogar bonito".

"Essa é a diferença do time vencedor. Tem de respeitar os adversários da mesma forma e é isso que procuramos fazer. A motivação tem de ser a mesma sempre. A maioria acomoda, mas temos de buscar todas as vitórias, que nos dão tranquilidade. A motivação tem de ser maior porque fica bom em tudo para todo mundo se vencermos", completou.

Para tentar voltar ao G4 e embalar na competição, o Corinthians enfrenta o Vitória nesta quarta-feira, às 19h30, na Arena Pantanal.

Veja Mais:

  • Fábio Carille foi heptcampeão brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Carille volta a ser opção para treinar o Corinthians em 2019; entenda a situação

    ver detalhes
  • Corinthians volta a enfrentar o Atlético-PR, nesta quarta-feira, em Curitiba

    Veja onde assistir ao jogo entre Corinthians e Atlético-PR ao vivo na televisão

    ver detalhes
  • Malcom é apontado como fator principal na desistência do Barcelona por Pedrinho

    Barcelona desiste de Pedrinho e abre caminho para negócio entre Corinthians e Real Madrid

    ver detalhes
  • Corinthians pode voltar a jogar Sul-Americana; última participação foi em 2016

    Corinthians pode carimbar vaga na Sul-Americana nesta rodada; veja a classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes