Disputa acirrada mexe na pontuação alvo para G4 e Z4 no Brasileirão

Disputa acirrada mexe na pontuação alvo para G4 e Z4 no Brasileirão

Por Meu Timão

Corinthians e Inter tem a mesma pontuação e brigam pela vaga da Libertadores

Corinthians e Inter tem a mesma pontuação e brigam pela vaga da Libertadores

A briga continua acirrada no Brasileirão. O campeonato, que chegou a parecer estar resolvido para o Cruzeiro vive momentos de tensão e expectativa, com mais times embolados no G4 e no Z4. A confusão mexe nas pontuações-alvo para cada clube, e atiçam a expectativas para os torcedores.

Segundo o matemático Tristão Garcia, a notícia pode dar alívio aos que brigam embaixo da tabela - com a disputa, a meta de pontos para escapar do rebaixamento abaixou. O time que quer escapar da degola precisará de 45 pontos, e não os 46 anteriores.

Na parte de cima os números ainda não mudaram - para classificação para Libertadores a meta continua sendo os 66 pontos. Ou seja, para o Corintians falta 13 pontos a serem disputados em 7 partidas.

A surpresa da projeção, entretanto, é que o Timão tem melhores chances que o Internacional - atualmente o quarto colocado na tabela. Segundo as contas de Tristão, o Corinthians tem 56% de chance, contra os 45% do Inter. Isso porque o Corinthians joga quatro das sete partidas em casa, contra adversários aparentemente mais fáceis que o time gaúcho.

Veja Mais:

  • Dupla Jô-Rodriguinho já não se mostra mais tão efetiva quanto em outros tempos

    Corinthians leva dois gols de bola área, perde do Botafogo e fica pressionado no Brasileirão

    ver detalhes
  • Clayson falou com a imprensa brevemente: 'Não foi nada demais'

    Atacante do Corinthians é conduzido por policiais a prestar esclarecimentos no Rio

    ver detalhes
  • Corinthians de Carille perdeu do Botafogo na noite dessa quarta-feira

    Torcida 'perdoa' cinco jogadores e dá pior nota a Carille após derrota do Corinthians no Rio

    ver detalhes
  • Acorda, presidente!

    [Walter Falceta] Acorda, presidente!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes