Aos 39 anos, corinthiano Anderson Silva se recupera e assina contrato absurdo com UFC

Aos 39 anos, corinthiano Anderson Silva se recupera e assina contrato absurdo com UFC

Por Meu Timão

5.6 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Anderson Silva disputa está de volta ao octógono

Anderson Silva disputa está de volta ao octógono

O campeão está de volta: Anderson Silva se recuperou de lesão e está pronto para lutar novamente no UFC. Com uma diferença: seu contrato com a associação foi rasgado. Um novo contrato foi escrito - e as sete lutas restantes virou um contrato de 15 lutas.

O número impressiona, já que no MMA de alto nível, os lutadores fazem cerca de 1 a 2 lutas por ano - salvo raras exceções que chegam a lutar até 3 vezes. Isso significa que o contrato de Silva, que tem 39 anos, deve seguir no mínimo até os 44 anos.

O lutador chegou a vencer 17 lutas seguidas no UFC, e era o campeão absoluto de sua categoria. Detentor do cinturão, Anderson Silva perdeu para o jovem Chris Weidman e desde então viveu um inferno: na luta de revanche acabou por quebrar a perna e ficou afastado dos treinos por muito tempo.

Anderson, que já foi atleta do Corinthians e é torcedor declarado do time volta aos octógonos em janeiro. No dia 31 ele luta em Las Vegas contra Nick Diaz, e inicia sua trajetória de recomeço no UFC.

Veja Mais:

  • Caio Mello, fisioterapeuta, antes de um dos jogos do Corinthians

    Reunião com Andrés define situação de membros da comissão técnica que discutiram publicamente

    ver detalhes
  • Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

    Jadson se torna artilheiro da era Jair Ventura; meia participou de 12 dos últimos 20 gols do Timão

    ver detalhes
  • Duelo ganhou ares dramáticos com prorrogação, mas terminou em alívio e comemoração dos corinthianos

    Em jogo dramático, pivô faz três, Corinthians segura empate na prorrogação e vai às quartas da LNF

    ver detalhes
  • [Lucas Faraldo] Você vai rir (ou chorar) ao se lembrar disso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes