Ex-zagueiro do Corinthians pode jogar em rival paulista em 2015

Ex-zagueiro do Corinthians pode jogar em rival paulista em 2015

Por Meu Timão

38 mil visualizações 184 comentários Comunicar erro

Chicão pode jogar no Palmeiras em 2015

Chicão pode jogar no Palmeiras em 2015

Foto: Getty Images

Ainda lutando para ficar na primeira divisão do Brasileirão, o Palmeiras já busca alguns reforços para o ano de 2015. Segundo a Fox Sports, os representantes do clube paulista entraram em contato com Chicão, atualmente no Flamengo, e ex-zagueiro do Timão.

Segundo informações, o defensor do Flamengo teria confirmado que foi procurado pelo Palmeiras, mas sem avançar em qualquer negociação no momento devido à fase decisiva atravessada pelo Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil, onde disputa a semifinal contra o Atlético-MG.

Contratado pelo Flamengo em 2013 após cinco temporadas no Corinthians, Chicão tem contrato com o Rubro-Negro válido até o fim de dezembro, e ainda não teve uma posição do presidente Eduardo Bandeira de Mello sobre a renovação de seu vínculo com o clube carioca.

Com 238 jogos pelo Corinthians e 42 gols marcados, Chicão é o segundo maior zagueiro artilheiro da história do Timão. Em 2009, conquistou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Em 2011 o Brasileiro, em 2012 a Libertadores e o Mundial. Em 2013 o Paulistão e a Recopa.

Veja Mais:

  • Jair conversa com Loss (esq.) e Fabinho durante treino no CT

    Jair Ventura nega interferência em intercâmbio de Loss

    ver detalhes
  • 20 mil ingressos já foram vendidos para Corinthians e Internacional

    Corinthians divulga 20 mil ingressos vendidos para duelo contra Internacional

    ver detalhes
  • Zagueiro Chicão em 2013, durante ação do Corinthians voltada ao Valentine's Day

    Ex-zagueiro Chicão faz visita ao CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Mateus Vital ganhou condição de titular no Corinthians

    Vaga é do Vital! Jair Ventura explica nova escalação e nega foco do Corinthians no Flamengo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes