Malcom demonstra timidez nas entrevistas e relembra a Copinha

Malcom demonstra timidez nas entrevistas e relembra a Copinha

Por Larissa Emanuelle

Malcom teve o apoio de Mano Menezes e ajudou na vitória sobre o Bahia

Malcom teve o apoio de Mano Menezes e ajudou na vitória sobre o Bahia

Protagonista contra o Bahia, o atacante Malcom ainda não se acostumou com as entrevistas que precisará conceder à cada vez que atuar com a camisa do Corinthians. Relembrando a pressão na disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior, o jogador comentou sobre sua fase no clube paulista.

"Quando chamaram, falei: '"Ixi, mó vergonha, né"?. Fico meio nervoso, meio com vergonha de falar. Mas é melhor aqui, parece mais um bate-papo. É bem melhor um monte de zagueiro do que um monte de microfone", brincou.

A jovem promessa do Corinthians não acredita que a pressão nas categorias de base tenha sido diferente.

'Na minha cabeça, acho que não muda nada'.

'Os moleques com quem eu joguei na taça tinham 20 anos. Eu tinha 16. Então, falavam a mesma coisa. Lógico, o pessoal aqui é mais experiente e já viveu muito no mundo do futebol', disse, procurando balancear personalidade com humildade. 'Procuro sempre ouvir para depois executar.'

Veja Mais:

  • Corinthiano Luidy é o novo reforço do Figueirense

    Anunciado por clube da Série B, Luidy agradece Corinthians

    ver detalhes
  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes