Andrés quer vender os Naming Rights da Arena o 'mais rápido possível'

Andrés quer vender os Naming Rights da Arena o 'mais rápido possível'

Por Meu Timão

7.3 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Andrés quer vender logo os Naming Rights da Arena

Andrés quer vender logo os Naming Rights da Arena

Nenhum assunto incomoda mais a diretoria alvinegra do que a questão dos Naming Rights da Arena Corinthians. O novo estádio foi inaugurado em maio e, até o momento, não tem nome.

Reconhecendo estar quase três anos atrasado nesse sentido, Andrés segue em negociações e nega dar um "desconto" em relação ao valor original de R$400 milhões de reais por 20 anos de contrato. As informações são do portal ESPN.

- Nem tudo o que se lê e se ouve é verdade. Os naming rights estão atrasados, mas não por valor. São questões como se vão falar o nome do estádio. É uma cultura nova para o Brasil esse negócio de arena, mas espero fechar o mais rápido possível - afirmou.

A transação é parte importante na conta feita para o pagamento do estádio. As parcelas começarão a ser pagas na metade do próximo ano. As conversas mais profundas foram com o Abu Dhabi Investiment Authority (Adia), grupo dos Emirados Árabes Unidos que controla as companhias aéreas Emirates e Etihad.

- Já falei 500 mil vezes. O estádio custou 985 milhões (de reais). Chegou a 1,05 bi por causa dos juros e de custos com que o Corinthians teve que arcar. Você tira 420 dos CIDs (incentivos fiscais da prefeitura paulistana), sobra o que temos que pagar. A partir de julho, a gente começa a pagar as parcelas, sem problema nenhum - disse Andrés.

De acordo com o ex-presidente do Corinthians - e deputado federal eleito pelo Partido dos Trabalhadores (PT) -, a operação Lava Jato da Polícia Federal não tem influência nas negociações do nome do estádio.

- Cada negócio é seu negócio. O que a Odebrecht faz para lá ou para cá não cabe a mim julgar. No estádio, ela foi correta, tudo foi acertado previamente. Isso é ruim para o país como um todo, mas, para o Corinthians, para os naming rights, não muda nada - assegurou o ex-presidente alvinegro.

Veja Mais:

  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Sornoza fez boa temporada no Fluminense; meia já foi finalista da Libertadores com o Independiente del Valle

    Sem envolver jogadores, Corinthians e Fluminense chegam a acordo por transferência de Sornoza

    ver detalhes
  • Corinthians já anunciou cinco reforços para 2019

    Com Ramiro, Corinthians se torna clube da Série A com mais contratações para 2019

    ver detalhes
  • Contratação de Ramiro foi aprovada pela torcida do Corinthians

    Torcida do Corinthians aprova contratação de Ramiro em enquete avassaladora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes