Coringão chega ao limite para renovar com Guerrero

Coringão chega ao limite para renovar com Guerrero

Por Meu Timão

Novela por Guerrero vem se arrastando há semanas

Novela por Guerrero vem se arrastando há semanas

O Corinthians não deve oferecer nada além dos U$$ 5 milhões (R$13 milhões de reais) para renovar o contrato do atacante peruano Paolo Guerrero. As informações são de Vítor Marques, do Estadão.

Com o valor estipulado, a diretoria acredita que conseguirá chegar a um acordo como artilheiro da equipe na temporada. O jogador, que está de férias no Peru, deve voltar em janeiro para dar prosseguimento à sua renovação de contrato. A ideia da diretoria é ampliar o contrato do jogador até 2017.

Caso o atacante não aceite os termos do Corinthians, a diretoria garante que ele terá que cumprir seu contrato integralmente até o meio do ano. Alguns dirigentes garantem que se houver propostas pelo jogador, ele só sairá mediante pagamento de multa.

O motivo do jogo duro de Guerrero na renovação é uma proposta pra jogar no futebol asiático. O atacante recebeu uma oferta com luvas estipuladas em US$ 10 milhões, e aos 31 anos, o fator financeiro está pesando em sua decisão já que o próximo contrato que o peruano assinar poderá ser o último da sua carreira.

Veja Mais:

  • Resultados do domingo pressionam Corinthians para duelo desta segunda-feira

    Rivais vencem na rodada e diminuem vantagem do Corinthians na liderança; veja classificação

    ver detalhes
  • O Timão não conseguiu passar pelo Sorocaba na tarde deste domingo

    Gol ilegal e confusão da torcida: Corinthians/UNIP fica com o vice da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Corinthians/Guarulhos disputou a segunda rodada da Superliga de Vôlei neste domingo

    De virada, Corinthians/Guarulhos vence Minas e conquista primeira vitória na Superliga

    ver detalhes
  • Léo Príncipe, Maycon e Fagner estão na lista de jogadores divulgada pelo Corinthians

    Sem Pablo e Pedrinho, Corinthians relaciona 22 jogadores contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes