Guerrero não pretende se aposentar jogando no Corinthians

Guerrero não pretende se aposentar jogando no Corinthians

Por Meu Timão

Guerrero quer encerrar a carreira no Alianza Lima

Guerrero quer encerrar a carreira no Alianza Lima

Foto: Reprodução / Libero.pe

Mesmo negociando, e exigindo alto, para permanecer no Corinthians nos próximos três anos, o atacante Paolo Guerrero, de 31 anos, tem outros planos para pendurar as chuteiras. O sonho do atacante peruano é se aposentar vestindo a camisa do Alianza Lima, clube de formação e de coração do Guerrero.

De férias no Corinthians, neste domingo (28), em um amistoso realizado no Peru, Guerrero jogou pelo Alianza e marcou um dos gols do jogo festivo que terminou empatado em 3 a 3. Ao final da partida, emocionado, Guerrero comentou que gostaria de encerrar a carreira jogando no clube peruano.

- É uma sensação enorme jogar com vários ídolos do Alianza, estou orgulhoso de participar, e como já disse antes, gostaria de me aposentar aqui, jogando com estádios cheios em partidas oficiais - disse o atacante do Timão, em entrevista publicada no portal Libero.pe

Se depender dos peruanos, a porta sempre estará aberta para Guerrero. Mesmo sem nunca ter jogado profissionalmente pelo Alianza Lima, o atacante que foi formado nas categorias de base do clube, tem um grande número de fãs que acompanham o trabalho do atleta e sonham com um retorno ao time de formação.

Pra continuar no Corinthians, único clube que o atacante disse que jogaria no Brasil, Guerrero espera receber luvas no valor de US$ 7 milhões além de um aumento salarial. O Timão topou o salário mas tentou negociar as luvas, oferecendo aproximadamente US$ 5 milhões, mas ouviu o "não" do empresário do jogador. Cansados do impasse, a diretoria deixou o assunto para 2015. Guerrero tem contrato com o Timão válido até julho do ano que vem. Mas em janeiro, se o atacante não renovar seu vínculo, ele já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes