Final da Copinha prejudica preparação física dos atletas

Final da Copinha prejudica preparação física dos atletas

Por Meu Timão

Mesmo campeão, Corinthians reclamou do horário da final

Mesmo campeão, Corinthians reclamou do horário da final

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Uma semana após levantarmos a nona taça da Copa São Paulo de Futebol Junior, é preciso olhar pra trás, falar como uma autoridade de quem chegou 16 vezes a final da competição e perguntar: que horário é aquele da final da Copinha?

Com a partida decisiva iniciando às 11 horas da manhã e terminando por volta das 13 horas, atletas com idade entre 17 e 19 anos jogavam futebol se derretendo no sol de 33 graus que atingiu em um sábado de sol, no Pacaembu, em São Paulo.

É óbvio que se o Timão tivesse perdido e estivéssemos falando sobre isso, pareceria uma desculpa de perdedor, mas o problema felizmente não é esse. Ganhamos a competição e uma das primeiras entrevistas dos jogadores do Corinthians, ainda no gramado, foi reclamando da dificuldade de jogar no calor e da readaptação para jogar de manhã.

Acostumado a jogar de noite, como foi o caso da semifinal, três dias antes, o Timão terminava a partida por volta das 23 horas. Então os jogadores tomava banho, pegavam seus pertences no vestiários, voltavam pra concentração, esperavam a adrenalina do jogo abaixar, e dormiam, por volta das 2 ou 3 da manhã. No dia seguinte, acordavam mais tarde, tomavam café da manhã reforçado e seguiam essa rotina.

Na final, não. Nada disso aconteceu. Tendo que chegar com horas de antecedência no Pacaembu, os atletas mal dormiram, mudaram a alimentação e entraram em campo sob o calor do sol do meio dia.

É claro que não é só o Timão que leva a pior na história, já que a mudança prejudica os dois times, mas bem que a FPF poderia marcar a final para às 17h00 e não prejudicar ninguém, nem mesmo a torcida. Até quem estava lá somente sentado na arquibancada, tomando sol na cabeça, agradeceria e curtiria muito mais o espetáculo se não passasse tanto calor e pudesse acordar um pouco mais tarde no feriado da cidade.

Veja Mais:

  • Corinthians/Audax atropelou Cerro Porteño em solo paraguaio

    Mulherada do Corinthians/Audax goleia donas da casa e se classifica para final da Libertadores

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians que se prepare: reta final do Brasileirão promete altas emoções

    Fim da rodada: Corinthians mantém vantagem, mas rivais alcançam Grêmio e embolam classificação

    ver detalhes
  • Corinthians foi hexacampeão brasileiro em 2015

    CBF define valores de premiação do Brasileirão-2017; Corinthians leva bolada se for campeão

    ver detalhes
  • Maltos brilhou diante do Grêmio, na Arena do adversário

    Goleiro defende quatro pênaltis, Corinthians bate Grêmio e avança na Copa do Brasil Sub-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes