Internacional quer Alexandre Pato de volta, diz portal

Internacional quer Alexandre Pato de volta, diz portal

Por Meu Timão

Internacional sonha com Alexandre Pato

Internacional sonha com Alexandre Pato

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Jogando mal no São Paulo, Pato pode novamente trocar de clube, mas diferentemente do que se imaginava, o destino não será a Europa. Segundo informações do site ESPN, o Internacional de Porto Alegre tem sonhado em ter o atacante de volta, ainda em 2015. Para isso acontecer, existe duas possibilidades.

A primeira é o Internacional pagar o valor da multa do atacante, fixado em 10 milhões de euros. A opção não parece muito viável para a economia do futebol brasileiro, mas o Corinthians pode dar um belo de um desconto, já que continua pagando parte dos salários do atleta até hoje, reduzindo o valor da multa por um preço mais camarada. Entretanto, o São Paulo deverá concordar em se desfazer do jogador, já que o clube do Morumbi só é obrigado a liberar o jogador pelo preço cheio da multa.

A segunda é tentar o empréstimo do jogador, fazendo o papel do São Paulo. Como o atacante não tem jogado muita bola no Morumbi, não é uma opção ruim repassar o atleta a outra equipe e se livrar de um dos maiores salários do elenco.

Veja Mais:

  • Anderson Martins, Leandro Castán e Enzo Roco foram especulado no Corinthians

    Com 50% dos votos, zagueiro é escolhido pela Fiel entre os especulados no Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena saiu lesionado do jogo contra o Vitória, na Fonte Nova

    Balbuena diminui prazo para retorno ao Corinthians, e empresário fala em acordo por ida à Europa

    ver detalhes
  • Zagueiro Pablo está recuperado e deve reforçar Timão no domingo

    Titular retorna, e Carille esboça escalação do Corinthians para duelo com Atlético-GO

    ver detalhes
  • Mendoza segue a rotina de treinos durante a semana e folga aos finais de semana

    Clube colombiano demonstra interesse em Mendoza; Corinthians já tem decisão tomada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes