Com renda recorde, Andrés Sanchez reclama da divisão da bilheteria

Com renda recorde, Andrés Sanchez reclama da divisão da bilheteria

Por Meu Timão

13 mil visualizações 117 comentários Comunicar erro

Elias e Fábio Santos comemorando gol contra o São Paulo

Elias e Fábio Santos comemorando gol contra o São Paulo

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Apesar da arrecadação recorde na Arena Corinthians somando um total de R$ 3.528.236,00 na partida entre Corinthians e São Paulo, o Corinthians reclamou da divisão de receitas na Libertadores da América.Em entrevista à ESPN, Sanchez reclamou das taxas cobradas sob a bilheteria arrecadada.

- Não tem cabimento pagar 10% da renda à Conmebol, mais 5% à FPF, tem que pagar os fiscais da FPF, os porteiros da FPF que o Corinthians paga, por isso 55% da renda é despesa. O futebol está cada dia mais caro, tem que rever um monte de coisa. Para os times brasileiros, a Libertadores é prejuizo - disse Andrés Sanchez.

De acordo com a informação do ex-presidente Corinthiano, a Conmebol ficará com R$352.823,60 da bilheteria arrecadada no clássico, a Federação Paulista de Futebol com mais R$176.411,80, enquanto o Timão embolsará apenas R$1.940.529,80 do valor total.

Todo dinheiro arrecadado com bilheteria, seja da Libertadores, Paulistão ou qualquer outra partida, irá para o fundo da Arena Corinthians, que controla as finanças do estádio.

Veja Mais:

  • Jogadores foram apresentados juntos pelo Jiangsu Suning, em 2016

    Jô comemora possível contratação e revela conselhos sobre o Corinthians para Alex Teixeira

    ver detalhes
  • Rodriguinho comemora golaço na Arena Corinthians

    Com golaço e até 'nó tático', Corinthians detona Palmeiras e vence primeiro Dérbi de 2018

    ver detalhes
  • Mosaico contra o Palmeiras, pela primeira fase do Paulistão 2018

    Arena Corinthians já teve 12 mosaicos desde a inauguração; relembre os temas e as fotos

    ver detalhes
  • Alex Teixeira tem acordo verbal com o Timão até o final do ano

    Corinthians pode inscrever Alex Teixeira na Libertadores mesmo sem fechar acordo; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes