Homem forte no clube, Andrés vira superintendente de futebol e volta a ter poder formal no Corinthians

Homem forte no clube, Andrés vira superintendente de futebol e volta a ter poder formal no Corinthians

Andrés é superintendente de futebol do clube

Andrés é superintendente de futebol do clube

Foto: Reprodução TV

O cargo mais forte do futebol corinthiano. Assim, Andrés Sanchez, ex-presidente do clube e que está deputado federal pelo PT, volta formalmente ao dia a dia do Corinthians. Além de ser uma espécie de prefeito da Arena, Sanchez terá voz forte no departamento e deverá não só participar de negociações e planejamento, como também interferir nas divisões de base.

A experiência do cartola é bem vista por todos no clube. Há muitos anos ativo na política corinthiana, Andrés tem muito mais ciclos vitoriosos do que derrotas. Ao final da parceira com a MSI, onde era o homem de força pelo lado do Corinthians, assumiu o clube, aguentou o tranco do rebaixamento e foi, para muitos, o grande arquiteto do ressurgimento do clube.

Agora, Andrés fica de olho no trabalho do inexperiente Sergio Janikian, escolhido para ser o diretor de futebol. Eduardo Ferreira, diretor adjunto, é homem de confiança de Sanchez e foi indicado por ele para assumir o posto. Leais ao superintendente, Janikian e Ferreira entenderam desde o começo que todos os processos de trabalho do departamento passam pelo homem forte que, entre outras coisas, assumiu a negociação da renovação de Paolo Guerrero.

O presidente Roberto de Andrade, que também tem vocação para o departamento de futebol, deverá trabalhar lado a lado com Andrés nos ajustes necessários no futebol profissional e também na formação de atletas. Agnello Coelho, coordenador que reestruturou o futebol de base, foi recentemente desligado do clube já sob a gestão do novo diretor da base, José Onofre de Souza. A readequação financeira é meta do presidente, com anuência do superintendente e parte do processo que deverá levar até dois anos para estar concluído.

O cargo é inédito. Andrés é o primeiro superintendente de futebol do clube. Além disso, não é remunerado. A hierarquia do futebol é simples de entender:

Andrés Sanchez
Superintendente

Sérgio Janikian
Diretor

Eduardo Ferreira
Diretor-Adjunto

Edu Gaspar
Gerente

Saulo Magalhães
Supervisor

Alessandro Nunes
Coordenador Técnico

Veja Mais:

  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes
  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes