Edu Dracena reclama de calor e diz que resultado foi justo

Edu Dracena reclama de calor e diz que resultado foi justo

1.3 mil visualizações 43 comentários Comunicar erro

Dracena 'aceitou' o empate e acha que o jogo poderia ter sido melhor

Dracena 'aceitou' o empate e acha que o jogo poderia ter sido melhor

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians empatou com o Ituano, por 1 a 1, jogando no interior, no estádio Novelli Junior. A partida, que teve um primeiro tempo muito apagado, com os gols saindo apenas na segunda etapa, foi marcada pelo forte calor que abateu a cidade de Itu nesse domingo.

'Pela qualidade dos jogadores do Corinthians, o jogo poderia ter sido melhor. Não é desculpa, mas o calor está muito forte', declarou o zagueiro. Os termometros da cidade de Itu marcavam cerca de 32º graus durante a partida.

Do time considerado titular, apenas três jogadores entraram em campo. Para o zagueiro, esse rodízio prejudica o desempenho da equipe.

'O time vem jogando pouco junto, falta um pouco de entrosamento, mas todo mundo se dedicou, se empenhou e fez o que o Tite pediu. Por mais que a qualidade técnica não tenha sido boa, todo mundo batalhou até o final', explicou.

Apesar do placar que tirou o 100% de aproveitamento do Timão no Campeonato Paulista, Edu Dracena avalia o resultado como sendo justo para ambas as equipes.

'O resultado foi justo pelo que as duas equipes jogaram. Os goleiros quase não trabalharam', finalizou.

Veja Mais:

  • Inicialmente exposta no Memorial, a estátua de Sócrates está na Arena Corinthians

    Conheça o escultor Laércio Alves, que homenageou Sócrates em estátua exposta na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade, atual e ex-presidentes do Corinthians

    Corinthians registra déficit de R$ 35 milhões em 2017; veja números do balanço financeiro

    ver detalhes
  • Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    [Danilo Augusto] Renovação, declaração do Balbuena e a posição do Meu Timão

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez, Roberto de Andrade e Gobbi, últimos presidentes do Corinthians

    Diretor financeiro do Corinthians analisa detalhes do balanço de 2017; leia a entrevista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes