'Não saímos com a vitória, mas fizemos um bom jogo', avalia Tite

'Não saímos com a vitória, mas fizemos um bom jogo', avalia Tite

Apesar do empate, Tite elogiou atuação dos reservas

Apesar do empate, Tite elogiou atuação dos reservas

Foto: Meu Timão

Apesar do empate por 1 a 1 contra o Ituano, nesse domingo, pelo Campeonato Paulista, o técnico Tite declarou que ficou satisfeito com a atuação dos jogadores do Timão e com o nível de competitividade das duas equipes.

"Foi um jogo difícil, dos dois últimos campeões paulistas, um nível alto de competitividade. Em alguns momentos passou do ponto. Fico feliz com o desempenho da equipe. Não saímos com a vitória, mas fizemos um bom jogo", declarou.

O comandante que levou para Itu um time misto e só colocou três jogadores considerados reservas no gramado do Novelli Junior, afirma que entende que correu riscos ao optar por poupar boa parte do seu elenco, mas que é preciso dar oportunidade a todos.

"Todas as escolhas correm riscos. É inevitável! Podia ter vindo aqui e perdido por que a equipe não está entrosada. Mas nós temos atletas de qualidade e é preciso dar oportunidade para todos se mostrarem", explicou.

"É um desafio dar rodagem na equipe. Sabemos que o time adquiri um melhor desempenho jogando junto, mas eles atingiram rapidamente um nível superior ao que eu esperava. E a equipe tem mantido esse nível, mesmo mudando os nomes", completou o técnico.

Tite também deixou o gramado muito irritado com a atuação do árbitro Márcio Henrique de Gois. Ao contrário de Petros, que não poupou "elogios" ao árbitro, o técnico preferiu não fazer críticas.

"Estou até agora procurando os critérios. Eu quero manter a minha conduta enquanto técnico. Eu quero ver os lances. Para mim, foi pênalti, teve carrinho e contato. Se o Edilson não salta, pega a perna dele. Foi um jogo difícil de apitar", disse.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes