Com dúvida de Jadson, time chinês já procura outra opção no mercado

Com dúvida de Jadson, time chinês já procura outra opção no mercado

Por Meu Timão

8.6 mil visualizações 99 comentários Comunicar erro

Jadson ainda pensa em ficar no Corinthians

Jadson ainda pensa em ficar no Corinthians

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

Enquanto no Brasil a preocupação é com a saída de Jadson, jornais espanhóis cobrem sua novela particular - o time chinês Jiangsu Sainty também faz investidas por Jorge Sammir. O brasileiro naturalizado croata joga pelo Getafe.

A curiosidade é que o jogador tem exatamente as mesmas características de Jadson - atuando como um armador no time espanhol. Os valores, também são os mesmos: os chineses ofereceram 5 milhões de euros para contar com Jorge.

As informações a respeito do interesse foram publicadas ontem no jornal Marca - o principal periódico esportivo da Espanha. Por isso, podem ser indício que a essa altura os chineses desconfiam mesmo que Jadson fique no Brasil.

Vale lembrar que o Jiangsu tem somente mais uma vaga para um estrangeiro em seu time - pela regra na China, são permitidos no máximo cinco contratados por equipe. Com isso, caso acerte com Sammir, o clube não teria mais como contar com o meia corinthiano.

Veja Mais:

  • Jair passa orientação a Thiaguinho, novo segundo volante titular do Timão

    Jair pode repetir Corinthians para duelo com Atlético-PR; veja única dúvida na escalação

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes