Desvalorização do Real deve aumentar procura por jogadores brasileiros

Desvalorização do Real deve aumentar procura por jogadores brasileiros

Por Meu Timão

Tite convenceu Jadson a ficar no Corinthians

Tite convenceu Jadson a ficar no Corinthians

Foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians

O mês de julho, quando abre novamente a janela de transferências da Europa, pode promover uma verdadeira liquidação de atletas brasileiros, graças a desvalorização do real. Nessa quinta-feira, o dólar americano atingiu a cotação de R$3.30, a maior cotação da moeda desde maio de 2003. Já o Euro, agora custa R$3.51.

De agosto de 2014, quando fechou a janela de transferências no começo da temporada europeia, até o momento, a desvalorização do Real perante ao Dólar foi de mais de 30%. Um atleta que tinha como multa um valor de R$10 milhões, custava o equivalente a U$4,4 milhões em julho do ano passado, e agora custa o equivalente a U$3 milhões, uma verdadeira liquidação.

Por conta disso, os clubes tentam se proteger colocando valores de multas rescisórias em euros e dólares. Porém, com a moeda estrangeira valendo tanto, propostas de fora do país ficam mais atrativas.

No exemplo da compra de Alexandre Pato, fica evidente. O valor de R$40 milhões de reais que o Corinthians desembolsou pelo atacante, equivaliam a 15 milhões de euros em janeiro 2013. Hoje, se o Timão conseguisse vender o atleta pelo mesmo valor em euros, o Timão receberia o equivalente a R$52.5 milhões, enquanto uma proposta de 11.5 milhões de euros já equivale aos R$40 milhões.

Outro exemplo: Paulinho, vendido pelo Timão em 2013 por 17 milhões milhões de Libras, rendeu ao clube algo em torno de R$57 milhões, na época. A mesma proposta agora valeriam cerca R$ 82 milhões.

Com muitos jogadores mais experientes no grupo, o Timão deve sofrer pouco com assédio de clubes europeus interessados na compra dos atletas. A maior preocupação da diretoria será em renovar contratos de veteranos que se encerram no meio e no final do ano, o perfil de jogador que mais interessa ao futebol chinês, ou do Qatar.

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes