Campanha do Timão na Libertadores ganha destaque na imprensa internacional

Campanha do Timão na Libertadores ganha destaque na imprensa internacional

Por Meu Timão

Campanha corinthiana na Libertadores chama atenção da imprensa internacional

Campanha corinthiana na Libertadores chama atenção da imprensa internacional

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A atual campanha do Corinthians na Libertadores tem ganhado destaque na imprensa internacional. Nessa semana, o portal da ESPN americana publicou artigo sobre o Timão e sua boa fase. O veículo também destacou rival argentino, Boca Juniors, mas foi enfático: Enquanto o time argentino vai bem nos grupos mais fracos da competição, o Timão se destaca no "Grupo da Morte".

A equipe corinthiana mantém 100% de aproveitamento na Libertadores de 2015. Em cinco partidas disputadas, contando com as da fase pré-Libertadores, foram quatro vitórias e apenas um empate. Sem saber o que é derrota, o Corinthians segue invicto, na busca de uma vaga para as oitavas de final. Segue também a busca pela melhor campanha na fase de grupos, que garante decisões em casa na próxima fase.

A próxima partida pela competição será, mais uma vez, contra o Danubio, no dia 1 de abril, às 22h, na Arena Corinthians.

Confira a chamada da ESPN americana

Corinthians ganha destaque na imprensa internacional

Veja Mais:

  • Pablo é jogador do Corinthians até 31 de dezembro de 2017

    Pablo assina com Corinthians e é sétima contratação do clube para 2017

    ver detalhes
  • Corinthians e Batatais se enfrentam nesta quarta-feira, às 16h

    FPF divulga informações de ingressos da final da Copinha para que não é FT; confira valores

    ver detalhes
  • Corinthians enfrentará o Batatais na decisão da Copinha

    FPF mantém final e define adversário do Corinthians na decisão da Copinha

    ver detalhes
  • Retorno de Jadson é visto como bem possível no Parque São Jorge

    Corinthians quer definir Jadson até terça-feira; segue otimismo por Didier Drogba

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes