Campanha do Timão na Libertadores ganha destaque na imprensa internacional

Campanha do Timão na Libertadores ganha destaque na imprensa internacional

Por Meu Timão

Campanha corinthiana na Libertadores chama atenção da imprensa internacional

Campanha corinthiana na Libertadores chama atenção da imprensa internacional

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A atual campanha do Corinthians na Libertadores tem ganhado destaque na imprensa internacional. Nessa semana, o portal da ESPN americana publicou artigo sobre o Timão e sua boa fase. O veículo também destacou rival argentino, Boca Juniors, mas foi enfático: Enquanto o time argentino vai bem nos grupos mais fracos da competição, o Timão se destaca no "Grupo da Morte".

A equipe corinthiana mantém 100% de aproveitamento na Libertadores de 2015. Em cinco partidas disputadas, contando com as da fase pré-Libertadores, foram quatro vitórias e apenas um empate. Sem saber o que é derrota, o Corinthians segue invicto, na busca de uma vaga para as oitavas de final. Segue também a busca pela melhor campanha na fase de grupos, que garante decisões em casa na próxima fase.

A próxima partida pela competição será, mais uma vez, contra o Danubio, no dia 1 de abril, às 22h, na Arena Corinthians.

Confira a chamada da ESPN americana

Corinthians ganha destaque na imprensa internacional

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes