Corinthians confirma que Elias não fará boletim de ocorrência contra uruguaio

Corinthians confirma que Elias não fará boletim de ocorrência contra uruguaio

Por Meu Timão

1.2 mil visualizações 29 comentários Comunicar erro

Elias foi chamado de macaco por Gonzalez

Elias foi chamado de macaco por Gonzalez

Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

O Corinthians se posicionou oficialmente sobre o lance de racismo envolvendo o meia Elias na partida contra o Danubio, nessa quarta-feira, pela Copa Libertadores. Segundo o chefe de segurança, o Coronel Dutra, o clube optou apenas por relatar o lance na súmula da partida.

Por orientação da diretoria e do técnico Tite, o meia Elias não irá a uma delegacia fazer um boletim de ocorrência contra o zagueiro Cristian González. Aos 24 minutos do primeiro tempo, no lance anterior ao primeiro gol da partida, Elias discutiu com o jogador uruguaio após ser chamado de "macaco" por ele.

Segundo o Coronel Dutra, o lance foi relato a arbitragem e será informado na súmula do jogo.

"Foi falado com o representante da Conmebol e relatado o que o jogador (Elias) passou para nós", declarou o chefe de segurança em entrevista por telefone a Rádio Globo.

Veja o vídeo do momento em que Elias é xingado

Veja Mais:

  • Maior campeão, com dez títulos, Timão tenta ser um dos semifinalistas da Copa São Paulo

    Corinthians pega Grêmio por vaga na semifinal da Copinha; saiba tudo

    ver detalhes
  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Matias abraça Ricardo Bueno, para quem deu assistência em goleada do Ceará no Castelão

    Emprestado pelo Corinthians, Matheus Matias estreia pelo Ceará com assistência e até gol inválido

    ver detalhes
  • Manoel posa com manto na sala de imprensa do CT; defensor é a oitava contratação para 2019

    Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes