Corinthians cobrará despesas da diretoria do Santos

Corinthians cobrará despesas da diretoria do Santos

Por Meu Timão

Cadeiras das Arena Corinthians já foram alvo de vandalismo em outros clássicos

Cadeiras das Arena Corinthians já foram alvo de vandalismo em outros clássicos

Foto: Ernesto Rodrigues/Folhapress/ESPORTE

A Arena Corinthians já havia sido alvo de depredações em outras partidas importantes, como contra o São Paulo e o Palmeiras. Neste domingo, após empate em 1 a 1 no clássico contra o Santos, não foi diferente. Foram danificadas 203 cadeiras e parte do banheiro.

Foi relatado na súmula da partida que o setor visitante da Arena sofreu depredações, com dezenas de cadeiras destruídas por alguns torcedores santistas. Em nota oficial no site do clube, o presidente do Santos, Modesto Roma Junior, desculpou-se pelos atos de vandalismo da própria torcida.

Entretanto, ao contrário do acordo selado com o rival Palmeiras, em que um clube não arcou com o prejuízo do outro, o valor a ser desembolsado para os consertos será repassado à diretoria do Santos, segundo informações do LANCE!.

Em 2014, no Campeonato Brasileiro, no caso do Palmeiras, foram quebradas 258 cadeiras e um secador de mão do banheiro. O prejuízo foi cotado em R$ 45 mil, mas para manter um bom relacionamento, as equipes concordaram que o próprio Corinthians bancaria a conta e em situações contrárias, vice-versa.

Veja Mais:

  • Nesta quarta-feira, o Timãozinho perdeu o Dérbi por 1 a 0

    Corinthians é superado na Arena e decide título da Copa do Brasil Sub-17 fora de casa

    ver detalhes
  • Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    VÍDEO: Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Titular, Zeca foi campeão olímpico pela Seleção Brasileira, em 2016

    Corinthians estuda oferta ao lateral Zeca, diz portal

    ver detalhes
  • No último mês de janeiro, Timão foi decacampeão da Copinha

    128 equipes, 32 grupos, um campeão: Corinthians conhece sede e adversários da Copinha 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes