Após encontro, clubes se unem à CBF por mudanças na MP

Após encontro, clubes se unem à CBF por mudanças na MP

Por Meu Timão

Uma das propostas obrigada veículos a chamar estádio de Arena Corinthians

Uma das propostas obrigada veículos a chamar estádio de Arena Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Na tarde dessa quarta-feira, representantes dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro se reuniram na sede da CBF, no Rio de Janeiro, para discutir o texto da Medida Provisória 671. Após a reunião, todos os clubes entraram em consenso e não aceitarão a MP antes de realizar mudanças no texto.

A Medida Provisório 671 foi assinada pela presidente Dilma Rousseff no último dia 16 de março e trata da renegociação das dívidas das equipes brasileiras, calculada em quase R$ 4 bilhões.

O texto foi avaliado e agora será redigido um documento pela Confederação Brasileira de Futebol com as mudanças propostas pela entidade e pelos dirigentes dos 20 clubes. O novo texto será apresentado à comissão que será formada no Congresso para a discussão da MP, que já tem cerca de 180 sugestões de emendas.

Uma delas, inclusive, é a que obriga os veículos de comunicação a chamarem os clubes e as praças esportivas pelos nomes escolhidos pelos mesmo. Por exemplo, todos teriam que chamar o estádio alvinegro de Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians volta ao Pacaembu na próxima quarta-feira, dia 25

    Corinthians inicia venda de ingressos para a final da Copinha

    ver detalhes
  • Retorno de Jadson é visto como bem possível no Parque São Jorge

    Corinthians quer definir Jadson até terça-feira; segue otimismo por Didier Drogba

    ver detalhes
  • Fábio Carille tem dez volantes no elenco. Definições nos próximos dias...

    Boas estreias nos EUA, ascensão da molecada... Carille terá de quebrar a cabeça com dez volantes

    ver detalhes
  • Roupeiro do Corinthians, Roberto Sousa publicou foto no Aeroporto de Orlando

    Alerta de tornado nos Estados Unidos adia retorno do Corinthians ao Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes