Tite sobre jogo do Corinthians às 11h de domingo: 'Não dá'

Tite sobre jogo do Corinthians às 11h de domingo: 'Não dá'

Tite não aprovou jogo no domingo de manhã

Tite não aprovou jogo no domingo de manhã

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Com o fim da primeira fase do Paulistão, todos se voltaram para as quartas de final, que rola nesse final de semana. O problema é que as datas e horários dos quatro jogos ainda não estão definidos pela Federação Paulista de Futebol. Por causa de uma manifestação contra a presidenta Dilma Rousseff, existe a possibilidade do Corinthians entrar em campo no domingo, às 11h, contra a Ponte Preta.

O horário não agradou ao técnico Tite: "Não dá. 11 horas da manhã não dá para ninguém", reprovou.

"Todo mundo que está ouvindo já jogou uma peladinha 11 da manhã, eles sabem da resposta. Todos nós sabemos que é errado. O cara que está assistindo ali sabe o quanto é ruim. Tu não alimenta direito, nível de concentração mais baixo, tem que mudar teus hábitos, sua alimentação. Não dá, se tiver vou fazer o que? Mas não é o ideal", declarou o treinador, na coletiva de imprensa após o empate com o XV de Piracicaba.

Se a data e o horário não estão definidos, o adversário está. A Ponte Preta fez a quinta melhor campanha do Paulista, com 27 pontos, e enfrenta o Timão na Arena Corinthians. O local está decidido, pois o alvinegro tem a melhor campanha do campeonato e já garantiu o direito de disputar os jogos em casa, pelo menos, até a semifinal.

Veja Mais:

  • Emerson Sheik com a camisa do Corinthians em coletiva no CT

    Emerson Sheik é apresentado, diz entender desconfiança e promete dar resposta em campo

    ver detalhes
  • Sheik assinou contrato até o fim de junho

    Emerson Sheik fala sobre contrato de seis meses, aposentadoria e possível renovação com Corinthians

    ver detalhes
  • Sheik beijou escudo do Corinthians ao ser apresentado

    Sheik faz juras de amor ao Corinthians e relembra jogo na Arena pela Ponte: 'Foi estranho'

    ver detalhes
  • Sheik recebeu camisa das mãos do gerente de futebol Alessandro Nunes

    Acostumado a jogar com camisa 11, Sheik revela ideia 'irada' sobre novo número

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes