Tite nega punição a Sheik e defende: 'Não teve simulação'

Tite nega punição a Sheik e defende: 'Não teve simulação'

2.9 mil visualizações 66 comentários Comunicar erro

Tite minimiza suspensão de Emerson Sheik

Tite minimiza suspensão de Emerson Sheik

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O atacante Emerson Sheik foi um dos destaques da partida contra a Ponte Preta, nesse sábado. Mas não foi somente pelo bom futebol. O jogador recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso da partida da semifinal do Paulistão.

O camisa 11 puxou um contra-ataque, passou pelo lateral Rodinei e tentou driblar o goleiro Matheus. Na sequência, caiu e foi punido pelo árbitro, que interpretou o lance como simulação.

Questionado se o jogador seria multado ou se levaria alguma bronca por causa da jogada, o treinador foi direto.

"Não", disse. "Aquilo ali é lance que pega de velocidade , não tem condição nenhuma de estabelecer (simulação). Ele chega primeiro na bola, há o contato, não preciso nem ver na televisão. É lance de velocidade. A bola tomou uma velocidade maior, há o contato, mas não de simulação. Ele toca na bola e ela sai para a linha de fundo. Não teve (simulação)", completou.

O Corinthians ainda não sabe quem é seu adversário na semifinal. Mas a partida deve acontecer no próximo domingo, dia 19.

Veja Mais:

  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes