Bandeirão 'República Popular do Corinthians' vira relíquia em lançamento de livro

Bandeirão 'República Popular do Corinthians' vira relíquia em lançamento de livro

Por Meu Timão

O bandeirão 'República Popular do Corinthians' ocupava o Tobogã, no Pacaembu

O bandeirão 'República Popular do Corinthians' ocupava o Tobogã, no Pacaembu

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em 2010, ano do centenário do Corinthians, como parte das comemorações, foi confeccionado o bandeirão "República Popular do Corinthians". Ele estreou no dia 29 de agosto daquele ano, na partida contra o Vitória, válida pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Naquela tarde, com mais de 30 mil torcedores no Pacaembu, o Timão venceu por 2 a 1.

Vencedor do prêmio "Idea of the year" (Ideia do ano) de 2010, concedido pelo Worldwide Creative Board, da rede Saatchi & Saatchi, o bandeirão foi idealizado por Rogério Bassetto.

Com a proximidade da inauguração da Arena Corinthians, o bandeirão foi aberto pela última vez no dia 25 de setembro de 2013, no jogo contra o Grêmio, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil. No confronto, o Corinthians saiu do Pacaembu com o empate por 0 a 0. Em dezembro do mesmo ano, o bandeirão foi recortado no Parque São Jorge, e teve alguns de seus pedaços guardados para o lançamento do livro "A Bandeira dos Sonhos". Os primeiros 200 compradores ganharão parte da relíquia. Este e outros bandeirões não poderiam ser usados na Arena porque não caberiam nos setores norte e sul, únicos locais permitidos para tal utilização.

O livro retrata a incomum trajetória de Rogério Bassetto, também conhecido como "Rogério das Bandeiras", que é responsável pela maior parte das faixas, bandeiras e bandeirões que a torcida alvinegra exibe nos estádios. O prefácio foi escrito pelos conhecidos Juca Kfouri e Washington Olivetto.

Confira as datas e locais do lançamento do livro "A Bandeira dos Sonhos"

18/04 - Quadra dos Gaviões
09/05 - Memorial do Corinthians
20/05 - Restaurante Baby Beef, Santo André
31/05 - Feira-livre da Rua Fenícia, Santo André

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes