Depois de mordida, reencontro de Sheik e Caruzzo tem atitude surpreendente

Depois de mordida, reencontro de Sheik e Caruzzo tem atitude surpreendente

Por Meu Timão

Emerson Sheik x Matias Caruzzo na final da Libertadores de 2012

Emerson Sheik x Matias Caruzzo na final da Libertadores de 2012

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Contra o San Lorenzo, Emerson Sheik reencontrou um polêmico rival - o zagueiro Matías Caruzzo, ex-Boca Jrs. A dupla protagonizou um episódio marcante na final da Libertadores em 2012, quando o Timão se sagrou campeão pela primeira vez - os dois se desentenderam durante a partida, e Sheik chegou a morder a mão do argentino.

Agora, com Caruzzo vestindo as cores de outro clube, os dois jogadores viram outro duelo entre suas equipes. A primeira partida aconteceu em março, quando o Corinthians enfrentou o San Lorenzo na Argentina, mas os atletas não tiveram a oportunidade de se reencontrar - na ocasião, Sheik sentiu dores no joelho e acabou ficando de fora da partida.

Curiosamente, apesar da polêmica, o reencontro dos dois foi supreendente: ambos titulares, os dois jogadores deram um abraço caloroso antes do início da partida em Itaquera, na noite desta quinta-feira. Para quem esperava resquícios da rivalidade entre os jogadores, a atitude mostrou que os conflitos do passado foram resolvidos.

Veja Mais:

  • Emerson Santos, do Botafogo, está no radar do Corinthians

    Corinthians se aproxima de zagueiro do Botafogo e tenta contratação imediata

    ver detalhes
  • Site da Nike está vendendo o novo modelo, que ainda não foi lançado oficialmente

    Nova terceira camisa do Corinthians é divulgada em site da Nike; veja fotos

    ver detalhes
  • Pedrinho comemorou primeiro gol pelo Corinthians com jantar no Burger King

    Pedrinho comenta pós-jogo no Burger King e confessa 'noite difícil' após gol pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Bonde do Corinthians tem motivo de sobra para comemorar

    Teve até gemidão! Veja a repercussão da classificação do Corinthians e das eliminações dos rivais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes