Guerra de tênis e cadeiras quebradas são relatadas na súmula do clássico

Guerra de tênis e cadeiras quebradas são relatadas na súmula do clássico

Por Meu Timão

Cadeiras quebradas na Arena Corinthians

Cadeiras quebradas na Arena Corinthians

Foto: Meu Timão

O árbitro Thiago Duarte Peixoto não deixou de registrar os incidentes de vandalismo após o término da partida entre Corinthians e Palmeiras.

Do lado do Palmeiras, os torcedores visitantes destruíram propositalmente muitas cadeiras do estádio corinthiano, e jogavam para cima "comemorando" a classificação. Um tênis também foi atirado pelos palmeirenses.

Na torcida do Corinthians, um incidente também pode prejudicar o time. Um torcedor atirou um tênis em direção aos jogadores rivais, que celebravam a vitória perto da torcida palmeirense.

'Informo que ao término da partida a torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras arremessou um tênis e um assento no campo de jogo e vários assentos na torcida do Sport Club Corinthians, que arremessou de volta para a torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras. A torcida do Corinthians lançou também um tênis em direção aos jogadores do Palmeiras no momento em que os mesmos comemoravam em frente à torcida', escreveu o árbitro na súmula.

O Meu Timão registrou mais imagens das cadeiras quebradas no setor dos visitantes. Veja mais imagens aqui.

Veja Mais:

  • Em jogo disputado, Corinthians encarou o Mirassol e venceu por 3 a 2

    Corinthians vence Mirassol em jogaço de cinco gols

    ver detalhes
  • Zoeiro! Marciel zera internet ao comentar lance de gol do Mirassol

    Zoeira sem limites! Marciel zera internet ao comentar lance de gol do Mirassol

    ver detalhes
  • Maycon teve desempenho elogiado em Mirassol; Dupla de zaga não deixou a desejar

    Dupla da base brilha e empata na disputa de melhor jogador contra Mirassol; Bastos decepciona

    ver detalhes
  • Jogadores comemoram gol em Mirassol

    Mais vitórias, menos derrota... Corinthians chega aos 15 pontos e é o melhor do Paulistão-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes