Sheik afirma: 'Minha perna está muito machucada'

Sheik afirma: 'Minha perna está muito machucada'

Por Meu Timão

Sheik evitou polêmica, mas promete rever o lance que causou sua expulsão

Sheik evitou polêmica, mas promete rever o lance que causou sua expulsão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Emerson Sheik foi um dos destaques da partida contra o São Paulo. E não por marcar gols. O atacante foi expulso, ainda no início do primeiro tempo, após se envolver em confusão com o zagueiro Toloi do São Paulo.

Na jogada, o zagueiro teria pisado na perna de Emerson, que revidou com um chute por trás, em lance sem bola. Com o rival no chão, simulando uma forte agressão, o árbitro não pensou duas vezes e puxou o cartão vermelho.

Sobre o lance, o jogador disse que ainda vai rever e poderá comentar de maneira mais justa. Porém, Sheik fez questão de destacar que sua perna está muito machucada, insinuando um pisão de Toloi.

"Não é o momento ainda. Vai ter o momento de poder falar, eu não quero me precipitar para não cometer injustiça. Uma coisa eu tenho certeza: a minha perna está muito machucada", declarou.

Sheik preferiu não polemizar sobre o lance, mas disse que irá assistir aos lances.

"Prefiro não comentar agora, cabeça quente ainda do jogo. Prefiro ver os lances que ocorreram antes da minha expulsão para poder falar", finalizou.

Veja Mais:

  • Marcio Zanardi, ex-treinador do Sub-17 do Corinthians, ao lado do pai, Wilson

    Portal denuncia esquema de suborno de R$ 50 mil por escalação na base do Corinthians

    ver detalhes
  • Pequeno Mateus viveu noite mágica na última quarta-feira

    Ingresso, camiseta e sonho realizado na Arena Corinthians: a história que está bombando na web

    ver detalhes
  • Timão venceu o Patriotas nesta quarta-feira na Arena

    Adversário do Corinthians nas oitavas da Sul-Americana é definido

    ver detalhes
  • Emerson Santos, do Botafogo, está no radar do Corinthians

    Corinthians se aproxima de zagueiro do Botafogo e tenta contratação imediata

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes