De volta, Guerrero ironiza rivais e afirma: 'Gostamos dos campeonatos grandes'

De volta, Guerrero ironiza rivais e afirma: 'Gostamos dos campeonatos grandes'

Guerrero retornou aos treinos e já falou com a imprensa nessa sexta-feira

Guerrero retornou aos treinos e já falou com a imprensa nessa sexta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Depois de recuperar de um quadro de dengue, o atacante Paolo Guerrero retornou aos treinamentos no Corinthians e foi o entrevistado na manhã desta sexta-feira no CT Joaquim Grava. O peruano voltou sem "papas na língua".

Questionado sobre o desempenho do Timão nos três jogos que ficou afastado (Ponte Preta, Palmeiras e São Paulo), o peruano concordou que a equipe caiu de rendimento por causa do cansaço, mas diminuiu a importância do Paulistão.

"Dá para perceber que o Corinthians não chegou bem a esses jogos. Isso faz parte. O Corinthians vinha em uma fase de jogos intensos. Deu para perceber que meus companheiros estavam cansados", disse.

"O mais importante é estar classificado para as oitavas. É disso que gostamos, jogos de decisão. Vamos esquecer o Paulista, não era a prioridade", completou.

Ao ser perguntando, então, qual era a prioridade do Corinthians, Guerrero não pensou duas vezes e ainda ironizou os rivais classificados para a final do Estadual. "Prioridade é a Libertadores, coisas grandes. Vamos deixar Palmeiras e Santos se matarem. Nós gostamos de campeonatos grandes. Vamos focar bem porque queremos ganhar a Libertadores", disse.

Muito confiante, o atacante, que deve estar disponível no primeiro confronto das oitavas de final da competição, no dia 6 de maio, afirmou que o Timão vai provar que é o melhor time do Brasil.

"Acho que o Corinthians já demonstrou tudo o que é. Esse time tem cara de ser campeão. Demonstramos muitas vezes em jogos e clássicos. Demos uma relaxada, mas está chegando a hora do mata-mata da Libertadores e esse time tem cara de decisões e jogos importantes. Vamos demonstrar que somos o melhor time do Brasil", finalizou.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes