Possível reforço do Timão também é visado na Europa

Possível reforço do Timão também é visado na Europa

Por Meu Timão

Prioridade de agente de Crislan ainda é Europa

Prioridade de agente de Crislan ainda é Europa

Foto: Divulgação

Destaque da Penapolense oferecido ao Corinthians, o meia-atacante Crislan ainda estuda a contratação. O acerto vem sendo conversado entre Edu Gaspar, diretor de futebol alvinegro, e Fernando Garcia, agente responsável pelos direitos econômicos de outros jogadores como Malcom, Petros e Guilherme Arana.

Como passa por dificuldades financeiras, o Corinthians ainda analisa a possibilidade de contratação do jogador. Mesmo sem poder pagar o que pretende o empresário, o clube ainda mantém a esperança de contratá-lo.

Entretanto, dentre os interessados, além dos brasileiros Corinthians e Santos, surgem novas especulações de fora do país. Os direitos do jogador ainda pertencem ao Clube Adraus Brasil, do Paraná. E mesmo com o gerente de futebol do clube paranaense, Paulo Rogério de Carvalho, afirmando que o jogador não deve sair do Brasil, seu agente não nega o interesse do jogador em atuar na Europa.

Fernando Garcia assegura que existem ofertas de fora para o jogador, que destacou-se no Campeonato Paulista, como o vice-artilheiro e com nove gols marcados, dois deles contra o próprio Corinthians.

Veja Mais:

  • Jô passou em branco nesta noite de quarta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Pablo está se recuperando de uma contratura muscular na coxa

    Agente de Pablo fala em prioridade do Corinthians e afirma: 'Só chamar para assinar'

    ver detalhes
  • Corinthians de Romero corre risco de ver Santos se aproximar

    Corinthians mantém diferença, mas tem de secar rival nesta quinta; veja classificação atualizada

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi eleito o pior em campo

    Carille e dupla de meias são eleitos vilões de tropeço do Corinthians contra Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes