Com multa de R$ 70 milhões, revelação do Timão assina contrato até 2019

Com multa de R$ 70 milhões, revelação do Timão assina contrato até 2019

Por Meu Timão

Malcom assina contrato até 2019 com o Corinthians

Malcom assina contrato até 2019 com o Corinthians

Foto: Reprodução/Instagram

Depois de semanas de conversas, discussões e acordos, finalmente o atacante Malcom assinou o seu novo contrato com o Corinthians. Nesta quarta-feira, o jogador, seus presentantes e o clube se sentaram e assinaram a papelada.

O novo contrato do jovem, de 18 anos, é válido até o fim de 2019 e ele ainda receberá um aumento salarial. O valor anterior de salário era cerca de R$ 9 mil. O novo gira em torno de R$ 90 mil. O novo contrato também tem uma multa rescisória de R$ 70 milhões para clubes do exterior.

A renovação quase não foi firmada nas últimas semanas. Insatisfeito com o aproveitamento do atacante, seu empresário, Fernando Garcia, se recusou a assinar o contrato na semana passada e deixou os dirigentes do Corinthians revoltados.

Depois de conversas, que contaram até com o intermédio de Andrés Sanchez, próximo de Garcia, o empresário voltou atrás e o atacante assinou o documento. Garcia também é representante do meia Petros e dos laterais Guilherme Arana e Uendel.

Apesar de ser considerado uma das grandes revelações da base do Corinthians, Malcom não tem sido muito aproveitado nessa temporada. Até o momento, foram 11 jogos e três gols marcados.

Porém, na próxima quarta-feira, na partida contra o Guaraní, na Libertadores, o jovem pode ter nova chance. Com as suspensões de Sheik e Mendoza, Malcom tem sido testado no ataque ao lado de Paolo Guerrero. Luciano também briga pela posição.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes