Lateral descarta ciúmes por Guerrero: 'Ninguém é burro'

Lateral descarta ciúmes por Guerrero: 'Ninguém é burro'

Fábio Santos elogiou Guerrero em coletiva de imprensa nesta sexta

Fábio Santos elogiou Guerrero em coletiva de imprensa nesta sexta

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A diretoria do Corinthians já avisou: só renova com Guerrero depois de acertar as dívidas com todo o elenco. Para o lateral Fábio Santos, essa é uma postura correta. No entanto, ele não acredita que caso a diretoria priorizasse o contrato do atacante, teria problemas com o restante do elenco.

"Nenhum jogador que está para receber é burro. A gente sabe da importância do Guerrero, a gente precisa dele. Estamos brigando por títulos e, com ele, tudo fica mais fácil. A confiança é tão grande na diretoria que poderia até renovar antes com ele para quitar a dívida com os outros. O grupo é maduro suficiente e tem relacionamento aberto", disse.

"A gente sabe que a diretoria tem esse cuidado para, quem sabe, quitar primeiro o que está devendo para depois acertar a renovação dele, para evitar qualquer tipo de picuinha", completou.

Um dos líderes do elenco e com seu lugar na equipe titular reconquistado, Fábio aproveitou para elogiar o companheiro peruano e brincar que não gostaria de estar na pele do presidente Roberto de Andrade.

"Até brinquei com o presidente: "Nessa época, não gostaria de estar na sua pele". Existe a pressão do torcedor, até a nossa, para o Guerrero renovar. Ele é um jogador importantíssimo. A gente entende que, pela questão dos atrasados, eles não podem conversar antes de quitar tudo. O tempo vai passando, o contrato está perto de encerrar, mas ele entende. Ele está confiante que vai ficar, quer ficar. A negociação não sei dizer como está, mas todos estão batalhando para resolver isso o mais rápido possível", explicou.

O prazo inicial dado pelo Corinthians para a quitação das dívidas era nesta quinta-feira. Porém, a data não foi cumprida e o Timão segue com atraso no pagamentos dos direitos de imagens de boa parte do elenco. Para o lateral, isso não é um problema, pois, todo o grupo confia na diretoria.

"Na verdade, não tem prazo (para receber os atrasados). A gente não foi cobrar se tem data, eles que chamaram a gente, tentaram dar uma justificativa. A relação com a diretoria é boa, o Roberto tem prestígio grande com a gente. A gente sabe que eles estão correndo atrás. Óbvio que todos nós precisamos, mas temos confiança de que estão correndo atrás e que vão pagar o quanto antes", finalizou.

Confira o trecho da coletiva de Fábio Santos

Veja Mais:

  • Carille vai mudar rotina do Timão e tirar concentração do CT

    Pela primeira vez em seis anos, Corinthians deixa CT para se concentrar ao lado do Morumbi

    ver detalhes
  • Homero transformou bandeira invertida em taça da Libertadores nas costas de Edinho

    21 anos após erro de tatuador, corinthiano fecha costas com lembranças épicas da Libertadores

    ver detalhes
  • Parte do elenco Sub-20 permanecerá no Brasil

    Em próxima data FIFA, Corinthians Sub-20 viaja para a Espanha e enfrenta Deportivo La Coruña

    ver detalhes
  • Meia atuou nas categorias de base do Corinthians por três anos

    Cinco anos depois, Corinthians recebe parte da venda de Lucas Moura por ser clube formador

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes