Mesmo com punição, renda de Araraquara vai para o fundo da Arena

Mesmo com punição, renda de Araraquara vai para o fundo da Arena

Por Meu Timão

Renda de partida em Araraquara também segue para o fundo da Arena

Renda de partida em Araraquara também segue para o fundo da Arena

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians enfrenta a Chapecoense nesse sábado, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão é mandante deste jogo, mas não pôde jogar na Arena devido a punição imposta pelo STJD, por causa de sinalizadores na torcida na partida contra o Grêmio, no Brasileiro do ano passado.

Porém, mesmo jogando fora de casa, a diretoria corinthiana garante que toda a renda gerada na bilheteria do estádio em Araraquara também será revertida para o fundo da Arena Corinthians.

"Toda renda do futebol vai para o fundo de investimento. Se jogarmos em Brasília ou onde for, a renda é do fundo. É contratual, para pagar o estádio. Se queríamos ele, é preciso pagá-lo", explicou o diretor de finanças do Timão, Emerson Piovezan, em entrevista ao programa Seleção SporTV.

Toda a receita gerada nesse um ano, praticamente, de existência do estádio alvinegro é revertido diretamente ao fundo responsável pela gestão da Arena. A somatória é para auxiliar o pagamento do financiamento de R$ 400 milhões feitos com o BNDES em até 15 anos.

Veja Mais:

  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes
  • Carille contará com 23 jogadores em Campinas neste domingo

    Corinthians relaciona 23 jogadores para final em Campinas

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes