Para zagueiro, permanência de Guerrero é fundamental: 'Se pudesse, pagaria'

Para zagueiro, permanência de Guerrero é fundamental: 'Se pudesse, pagaria'

Edu Dracena pediu permanência de Guerrero no Corinthians

Edu Dracena pediu permanência de Guerrero no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Uma das principais peças do elenco atual, Paolo Guerrero pode estar com os dias contados no Corinthians. Nessa segunda-feira, o zagueiro Edu Dracena falou sobre o assunto e diss que, se pudesse, pagaria o valor pedido pelo peruano.

"Ele fez por onde. Ninguém vai colocar uma faca no pescoço de alguém e forçá-lo a nada. Todo jogador tem o direito de fazer a pedida. É o grande ídolo do clube, tem que respeitar. Cabe ao clube saber se pode ou não pagar essa quantia. Se você perguntar, se eu tivesse dinheiro, eu pagaria com o maior prazer, principalmente pela qualidade, pelo que já ele provou aqui dentro no clube", explicou.

Paolo Guerrero está pedindo US$ 7 milhões de luvas (cerca de R$ 22 milhões) e R$ 500 mil mensais. A diretoria alvinegra já disse não conseguir pagar essa pedida.

"Ninguém força ninguém a pagar a quantia de que o jogador está recebendo. Acho que não só o futebol, o mundo todo está assim, principalmente o Brasil. Nessa crise, lógico que vai respingar em todos os setores, não só os jogadores. É planejamento. Se você planejou, se você seguir da forma que você acha que é certo, você não vai ter problema. Se você acabar gastando mais do que arrecada, vai ter dificuldades. Nós estamos bem tranquilos a isso, existe um contrato e ele precisa ser cumprido, e nós vamos continuar trabalhando", explicou Edu Dracena, aproveitando para falar da atual situação financeira do clube.

Com boatos de que o peruano poderia ir para o Palmeiras, o zagueiro pediu a permanência dele e que espera construir uma história no clube ao lado de Guerrero.

"Não passa pela nossa cabeça, até porque essas situações nem procuramos nos envolver. Mas é lógico que seria muito ruim perdê-lo para um grande rival. É um grande jogador, ídolo da torcida. Mas esperamos que ele possa permanecer. Muitos construíram história bonita no clube e tomara que possam construir ainda mais. Eu cheguei agora e quero estar com eles para começar a ganhar títulos aqui também", disse.

"No mercado livre, à altura, não tem. Com relação à Guerrero, Sheik... Mas tomara que a diretoria possa fazer de tudo para que eles permaneçam, são peças importantes, adaptados ao clube, ídolos. Então, a permanência seria importante na nossa caminhada, temos a Copa do Brasil também, precisamos deles", completou, citando também o caso de Emerson Sheik, que também está com o contrato para vencer.

Veja Mais:

  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Terceiras camisas de Corinthians e Boca Juniors chamam atenção pela semelhança entre si

    Corinthians 'inspira' Boca Juniors, e time argentino lança camisa quase igual

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes