Guerrero muda o discurso e passa a ser criticado por torcedores

Guerrero muda o discurso e passa a ser criticado por torcedores

Por Meu Timão

Guerrero mudou seu discurso sobre jogar em outras equipes do Brasil

Guerrero mudou seu discurso sobre jogar em outras equipes do Brasil

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Os últimos dias de Paolo Guerrero no Corinthians poderão ser conturbados. Após o empate contra o Fluminense, o atacante do Timão foi o mais cobiçado pelos repórteres por dois motivos: o gol perdido e a sua saída do Corinthians, onde o centroavante tem contrato apenas até 15 de julho.

Sobre o gol, Guerrero lamentou dizendo que a bola pegou na caneleira. Já sobre seu futuro, o atacante mudou um pouco o discurso, o que causou revolta entre os torcedores do Corinthians.

Guerrero costumava dizer que jamais jogaria em uma equipe brasileira que não fosse o Corinthians. Nesse domingo, o atacante voltou atrás e disse que não jogaria em nenhuma equipe do estado de São Paulo que não fosse o Corinthians, quando foi questionado sobre uma possível transferência para o Palmeiras, mas dando a entender que poderia aceitar uma proposta do Flamengo.

Veja a diferença entre os discursos

Guerrero em novembro de 2014

- No Brasil, só jogaria no Corinthians. Não tem jeito de jogar por outro time. Eu tenho muito desejo de ficar aqui, mas a decisão já não passa mais por mim - dizia o atacante.

Guerrero em maio de 2015

- Em São Paulo, não. Eu jogo pelo Corinthians e sou torcedor do Corinthians. Ainda não está definido. Eu tenho que procurar o meu melhor - disse o atacante, mudando o discurso.

Nos Twitter, o grau de insatisfação dos torcedores foi claro:

Veja Mais:

  • É clássico! Corinthians enfrenta o São Paulo no Morumbi em mais um desafio pelo Paulista

    É clássico! Corinthians enfrenta o São Paulo no Morumbi em mais um desafio pelo Paulista

    ver detalhes
  • Pedrinho está mantido na equipe para o confronto com o São Paulo

    Corinthians divulga escalação com mudanças para clássico no Morumbi

    ver detalhes
  • Com ídolos como Vampeta e Marcelinho Carioca, Corinthians foi campeão mundial em 2000

    Em parabéns a Vampeta, FIFA reafirma: Mundial de clubes só começou em 2000

    ver detalhes
  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes