Diretoria confirma venda de Cassini e explica: 'Ele quis sair'

Diretoria confirma venda de Cassini e explica: 'Ele quis sair'

Por Meu Timão

Segundo diretor, Cassini é quem escolheu deixar o Corinthians

Segundo diretor, Cassini é quem escolheu deixar o Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A diretoria do Corinthians confirmou a venda do meia Matheus Cassini ao Palermo, da Itália. O jovem, que não chegou a ser aproveitado na equipe profissional, assinou por cinco anos com o clube italiano.

"Houve o acordo, mas vamos esperar o dinheiro chegar", confirmou o diretor adjunto de futebol do Corinthians, Eduardo Ferreira, em entrevista ao GloboEsporte.com.

O dinheiro (cerca de R$ 3,5 milhões, que é a parte do Timão) será depositado, à vista, no dia 1º de julho. Só então, o jogador será liberado para viajar para a Itália e se apresentar em seu novo clube.

A decisão, no entanto, causou revolta dos torcedores alvinegros. Desde que as negociações começaram, há mais de uma semana, as manifestações da torcida tem sido negativa em relação à venda do jovem.

O diretor fez questão de explicar que o Corinthians fez tudo que era possível para ficar com o jogador, porém, Cassini decidiu pela transferência para a Europa.

"Estávamos conversando há oito dias com o atleta e o empresário dele. Fizemos todos os esforços para que ele ficasse. Foi oferecido um novo contrato, com reajuste salarial, mas não houve acerto. Ele quis sair. Infelizmente, essa foi a decisão dele e da família", garantiu.

"O presidente conversou com a família do Matheus para mostrar um plano de carreira, algo que seria muito bom para ele. O clube não tinha o que fazer. Foi uma decisão dele", finalizou.

Veja Mais:

  • Arena Corinthians deve receber dois amistosos antes do Paulistão

    Corinthians e Peñarol conversam por amistoso na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians tenta seduzir Drogba com proposta de parceria com Fundação

    Em cartada final por Drogba, Corinthians oferece três 'presentes' à fundação do marfinense

    ver detalhes
  • Jadson vestiu a camisa 10 do Corinthians durante o hexa brasileiro

    Clube chinês libera Jadson, que fica livre para negociar retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Com Pedrinho, Timão tenta chegar aos oito melhores da Copinha

    Corinthians decide vaga às quartas da Copinha contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes