Cartola que roubou medalha de goleiro corinthiano acaba preso na Suíça

Cartola que roubou medalha de goleiro corinthiano acaba preso na Suíça

Por Meu Timão

Acusado de corrupção, José Maria Marin foi detido

Acusado de corrupção, José Maria Marin foi detido

Foto: Divulgação

Atendendo um pedido da polícia dos EUA, na manhã desta quarta-feira, a polícia da Suíça prendeu nove dirigentes da Fifa, sob acusação de corrupção, extorsão, lavagem de dinheiro, fraude, eletrônica, entre outros crimes.

Dentre os suspeitos detidos encontra-se José Maria Marin, ex-presidente da CBF. Os dirigentes, que são questionados principalmente sobre a votação para escolha das sedes das Copas de 2018 e 2022, foram presos em um hotel em Zurique e poderão ser extraditados para os Estados Unidos.

Além de Marin, também foram presos Jeffrey Webb (Ilhas Cayman), vice-presidente da comissão executiva e presidente da Concacaf; Eugenio Figueredo (Uruguai), que também integra o comitê da vice-presidência executiva e até recentemente era presidente da Conmebol; Jack Warner (Trinidad e Tobago), ex-vice-presidente da Fifa e ex-presidente da Concacaf; Julio Rocha (Nicarágua), presidente da Federação Nicaraguense; Costas Takkas; Rafael Esquivel; Nicolás Leoz, ex-presidente da Conmebol; e Eduardo Li, presidente da Federação da Costa Rica.

José Maria Marin é lembrado pela torcida corinthiana por um curioso fato ocorrido em 2012, durante a premiação realizada depois da Copa São Paulo de Futebol Júnior, onde foi flagrado roubando uma das medalhas destinadas ao Corinthians, que foi campeão. A medalha seria do goleiro Matheus Vidotto.

Enquanto o time sub-18 do Corinthians recebia a premiação, imagens de TV flagraram o ato, que o deixou em uma situação delicada. Na ocasião, a Federação Paulista de Futebol (FPF) atestou que a medalha colocada no bolso por José Maria Marin foi um presente do então presidente da FPF, Marco Polo Del Nero.

Depois do evento, Fernando Alba, então diretor das categorias de base do Timão, afirmou que todos os jogadores receberam as medalhas, mas alguns membros da comissão técnica e da diretoria não receberam. A justificativa da Federação foi um erro no cálculo do número de condecorações.

Relembre o momento curioso protagonizado por Marin

Veja Mais:

  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians contra o Atlético-GO

    Corinthians se impõe fora de casa, vence Atlético-GO e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Quase a totalidade dos 15 mil presentes no Serra Dourada era corintiana

    Torcida do Corinthians domina o estádio Serra Dourada; comentarista e dirigente goianos se revoltam

    ver detalhes
  • Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    VÍDEO: Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes