Após 'sacrifício' na reserva, Dracena se vê como exemplo no Corinthians

Após 'sacrifício' na reserva, Dracena se vê como exemplo no Corinthians

Por Meu Timão

Edu Dracena foi confirmado, pelo técnico Tite, como titular na vaga de Felipe

Edu Dracena foi confirmado, pelo técnico Tite, como titular na vaga de Felipe

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Passaram-se cinco meses desde que Edu Dracena chegou ao Corinthians. Porém, ao contrário do que esperado na sua chegada, o zagueiro esteve em campo em apenas 18 partidas dentre as 33 disputadas pela equipe nesta temporada.

A explicação para esse fato foi a melhora no desempenho do zagueiro Felipe, que além de boas atuações na defesa, também andou marcando gols. Assim, Edu aceitou sua condição de reserva e se dedicou aos treinos, para que quando a oportunidade aparecesse, ele pudesse agarrá-la e não soltar mais.

"Olho para trás e vejo que foi gostoso superar um obstáculo. Foi uma conquista particular, às vezes até melhor do que se eu tivesse ganhado a vaga já quando cheguei. Valeu a pena o sacrifício de cinco meses de trabalho no Corinthians", comemorou Edu Dracena em entrevista ao portal ESPN,com.br.

Agora chegou a oportunidade que o zagueiro de 34 anos tanto esperou: o técnico Tite confirmou durante a semana que Edu será titular no clássico contra o Palmeiras, neste domingo. "O Tite falou para nós que escolhe aquele que está na melhor fase. A chance agora é minha, e espero corresponder. Todo jogo será uma final de campeonato para mim", avisou o jogador.

Dracena afirmou que procura visualizar sua função em campo de uma forma mais completa. "Desde que estava no Santos, brigo para a gente entender que a parte defensiva tem todo um contexto. O ataque e o meio-campo nos ajudam. São engrenagens, e uma precisa da outra. Tomara que também ajudemos na hora de marcar os gols", concluiu.

Ainda refletindo sobre seu tempo como reserva do Corinthians, Edu disse que ele pode ser um exemplo para outros jogadores de peso que passam pelo mesmo momento que ele passou. O atacante Vagner Love, por exemplo, tem os mesmos 18 jogos de Edu desde que chegou. Cristian também está nesta turma, o volante entrou em campo apenas 13 vezes em 2015.

"Sempre falo para o pessoal não desanimar. Quando a gente acha que não dá mais, é aí que dá. São situações que Deus coloca na sua vida para você superar", afirmou o novo parceiro de zaga de Gil.

É válido lembrar que a briga por um espaço na equipe titular pode se tornar mais fácil para Dracena. Especula-se que seu companheiro, Felipe, possa deixar o Corinthians e ser vendido ao Napoli, da Itália, ainda nesse semestre.

Veja Mais:

  • Com Rodriguinho titular, Timão faz 'estreia oficial' em 2018

    Em busca do bi, Corinthians estreia no Campeonato Paulista nesta quarta-feira

    ver detalhes
  • Sob comando de Coelho, Timãozinho cai nas oitavas da Copinha

    Falhas individuais custam caro, e Corinthians é eliminado da Copinha

    ver detalhes
  • Superado pelo Avaí, o Timãozinho deu adeus à Copinha de 2018

    Em partida sem craques, Fiel não perdoa Corinthians por eliminação na Copa São Paulo de 2018

    ver detalhes
  • Bilu esconde choro após derrota do Timão para o Avaí

    Corinthianos deixam campo às lágrimas após queda na Copinha; Coelho: 'Perdemos para nós mesmos'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes