Leandro Castán responde provocações no Twitter

Leandro Castán responde provocações no Twitter

Por Meu Timão

71 mil visualizações 136 comentários Comunicar erro

Leandro Castan quando treinava no Corinthians

Leandro Castan quando treinava no Corinthians

Daniel Augusto Jr.

A derrota para o Palmeiras na tarde deste domingo não afeta apenas os jogadores atuais do Corinthians. Leandro Castan, ex-zagueiro do clube, que está na Roma, da Itália, foi alvo de torcedores palmeirenses em uma de suas redes sociais.

Após algumas provocações, o zagueiro não se conteve e respondeu aos torcedores rivais no seu Twitter. Com duas fotos da comemoração do título do Campeonato Brasileiro de 2011, que o Corinthians ganhou na última rodada após vencer o Palmeiras, no Pacaembu, o zagueiro provocou.

"Só relembrando os palmeirense que vem me encher o saco, última vez que joguei contra vocês,acabou assim !!! ", escreveu o jogador.

Essa não é a primeira vez que Leandro Castan usa seu Twitter contra os palmeirenses. No início de maio, após o time rival perder a final do Paulistão para o Santos, o zagueiro também provocou: "Quase deu pro Palmeiras kkkkk".

Os torcedores do Corinthians, que seguem o ex-jogador, aprovaram a atitude de Castan e mandaram mensagens pedindo o retorno dele ao Timão.

Veja Mais:

  • Ramiro possui contrato com Grêmio até 2021; Timão contatou pai do atleta

    Corinthians consulta pai de Ramiro, do Grêmio, e mostra interesse no meia

    ver detalhes
  • Reunião do Conselho do Corinthians aconteceu no Parque São Jorge

    Conselho do Corinthians se reúne e aprova previsão orçamentária de 2019; Rosenberg causa irritação

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo se enfrentaram pelas quartas de final da Copa RS

    Corinthians é derrotado pelo São Paulo nos pênaltis e dá adeus à Copa RS de 2018

    ver detalhes
  • CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

    Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes