Campeonato Brasileiro 2011

Titulos conquistados pelo Corinthians - Campeonato Brasileiro 2011
Sócrates faleceu no mesmo dia em que o Corinthians se sagrou campeão e foi homenageado pelos jogadores

No dia 4 de dezembro de 2011, os torcedores corinthianos acordaram com a notícia de que o Doutor Sócrates tinha morrido por conta de infecção generalizada. Pouco mais de 12 horas depois, o Corinthians entrou em campo pela última rodada do Campeonato Brasileiro, precisando apenas de um empate contra o Palmeiras para ser campeão pela quinta vez.

Misto de sensações

Assim foi feito, um confronto sem gols resultou no pentacampeonato alvinegro. Dessa forma, aquela data teve tristeza, homenagens e alegria, enfim, um misto de sentimentos. Naquela edição do torneio, o Corinthians foi líder durante 27 das 38 rodadas. Ainda, foi a equipe que conseguiu mais vitórias, 21 ao todo, e perdeu apenas nove partidas.

A campanha do Timão foi marcada por vários lances emblemáticos, como o quando o goleiro Júlio César atuou com o dedo da mão com uma luxação exposta nos minutos finais contra o Botafogo. Além do tento de Adriano contra o Atlético MG nos minutos finais, o gol fez o Corinthians virar o duelo e permanecer na liderança na reta final.

São vários os fatos marcantes, mas nada foi tão expressivo quanto a força da torcida, que sempre esteve presente em grandes números, apoiando e cantando ao lado do time. As homenagens ao Doutor Sócrates também são uma parte inesquecível da conquista.  No dia decisivo, quase 37 mil pessoas estiveram no estádio para assistir ao clássico.

Durante o minuto de silêncio no estádio do Pacaembu, jogadores e torcedores ergueram o punho cerrado para cima, imitando o gesto que ficou imortalizado por Sócrates em suas comemorações.

Faixa da Estopim da Fiel em homenagem ao Doutor Sócrates

Superação individual e coletiva

Dentro de campo, o Timão teve uma temporada de superação do artilheiro Liédson, que foi autor de 12 dos 53 tentos que o Corinthians marcou no campeonato. Ele jogou grande parte do campeonato sentindo dores e chegou até a ficar algumas rodadas de fora por conta de um intervenção cirúrgica que sofreu em um dos joelhos. Liédson veio direto da Europa. Portanto, estava sem férias e atuando direto por quase dois anos.

O Timão também conseguiu colocar fim numa hegemonia carioca, já que os dois últimos torneios tinham ficado com equipes do Rio de Janeiro. O título moveu muita festa e comemoração para um grupo que entendeu rapidamente que o mais importante quando se joga no Corinthians é o próprio Corinthians.

Aquele foi um elenco guerreiro, aguerrido e que tinha garra e dedicação do jeito que os torcedores gostam. A escalação de Tite no jogo da conquista teve Júlio César; Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Wallace, Paulinho, Alex e Jorge Henrique; Willian e Liédson. Depois, entraram Chicão, Edenílson e Moradei nas vagas de Willian, Liédson e Jorge Henrique, respectivamente.

Liédson na final do Campeonato Brasileiro de 2011

Comentários

x