Atacante do Bahia volta a ser alvo do Corinthians

Atacante do Bahia volta a ser alvo do Corinthians

Kieza, do Bahia, pode ser o novo atacante do Corinthians

Kieza, do Bahia, pode ser o novo atacante do Corinthians

Foto: Divulgação

Assim como aconteceu no início na temporada, o Corinthians voltou a observar o atacante Kieza, que atualmente joga no Bahia. O atleta, uma das prinicipais peças do time baiano, tem contrato de empréstimo até julho deste ano.

O dono dos seus direitos econômicos, no entanto, é o Shanghai Shenxin, da China - mesmo clube onde Chen Zizao jogava antes de vir para o Corinthians. Kieza, aliás, é representado pelo mesmo empresário de Zizao, Flávio Pires.

Segundo informações do LANCENET!, Flávio Pires estaria na China para negociar um novo contrato de empréstimo para Kieza, que não quer retornar ao outro lado do mundo. Porém, ao contrário do esperado, o pedido é para um acerto com o Corinthians e não com o Bahia.

A intenção da diretoria alvinegra é trazer Kieza sem nenhum custo, já que chegaria por empréstimo e o clube só teria que arcar com o salário do atleta.

Essa não seria a primeira vez que o atacante, que já passou por Náutico e Bahia, seria especulado como reforço do Timão. Em janeiro, o clube discutiu três nomes: Kieza, Hernane e Vágner Love, que foi o único contratado, meses depois, mas que, até agora, não rendeu como esperado.

Veja Mais:

  • Jadson vestiu a camisa 10 do Corinthians durante o hexa brasileiro

    Clube chinês libera Jadson, que fica livre para negociar retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Com Pedrinho, Timão tenta chegar aos oito melhores da Copinha

    Corinthians decide vaga às quartas da Copinha contra o Internacional

    ver detalhes
  • Com Fellipe Bastos, elenco do Corinthians está pronto para viajar rumo aos Estados Unidos

    Com reforços e sem atacante, Corinthians divulga relacionados para viagem aos EUA

    ver detalhes
  • Corinthians estreia na quarta-feira

    Corinthians conhece adversário do primeiro confronto pela Florida Cup

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes