Parque São Jorge perde área do estacionamento para Prefeitura

Parque São Jorge perde área do estacionamento para Prefeitura

Por Meu Timão

Prefeitura retoma área do estacionamento do Parque São Jorge

Prefeitura retoma área do estacionamento do Parque São Jorge

Na madrugada desta quarta-feira, as grades que demarcavam o estacionamento do Parque São jorge, na zona leste de São Paulo, foram retiradas. O motivo: a área da sede do Corinthians, após oito meses da decisão judicial, voltou a pertencer à Prefeitura de São Paulo.

O local foi cedido, gratuitamente, pela própria prefeitura da capital em 1996. Após 13 anos, durante a gestão do prefeito Gilberto Kassab, começou o desacordo pelo terreno. Em agosto de 2013, a Justiça determinou a retomada da Prefeitura do local. Como na gestão do atual prefeito, Fernando Haddad, também não houve acordo, em um processo que reivindicava a recuperação do terreno, julgado em 15 de setembro de 2014, o clube perdeu em todas as instâncias.

A decisão de reintegração de posse foi adiada por quase dois anos. No entanto, o aviso já havia sido dado por funcionários no fim de maio, o que permitiu que a Prefeitura executasse a ordem judicial nesta quarta-feira.

Com as medidas, o Corinthians não poderá cobrar pela utilização do espaço e ainda deverá pagar alugueis retroativos pela utilização do espaço durante o período em que o processo foi julgado.

Veja Mais:

  • Pepinho e Coelho, técnico e auxiliar do Sub-20, respectivamente

    Coelho perde posto, e diretoria do Corinthians fecha com novo treinador para Sub-20

    ver detalhes
  • Clayton foi apresentado no Corinthians nesta terça-feira

    Clayton é apresentado no Corinthians 'sem prazo de validade' e já fala em títulos

    ver detalhes
  • Com Clayton, Timão agora freia possíveis contratações e saídas

    Corinthians vê negociações esfriarem e aguarda fim do Paulistão; entenda

    ver detalhes
  • Paulinho de volta ao Corinthians? 'Esse dia será louco', projeta o próprio clube

    Corinthians 'recepciona' Paulinho e projeta até retorno: 'Esse dia será louco'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes