Alexandre Pato entra na Justiça para rescindir com o Timão

Alexandre Pato entra na Justiça para rescindir com o Timão

Por Meu Timão

37 mil visualizações 273 comentários Comunicar erro

Alexandre Pato quer quebrar contrato com Timão na Justiça

Alexandre Pato quer quebrar contrato com Timão na Justiça

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O atacante Alexandre Pato pretende ficar sem vínculo com nenhum clube nos próximos dias. O jogador e seus advogados entraram na Justiça contra o Corinthians. A intenção é reincidir o contrato com o clube, que vai até dezembro do ano que vem, e consequentemente, o vínculo com o São Paulo, que termina no final deste ano.

Na ação, o jogador alega que não recebe os direitos de imagem por parte do Corinthians há dez meses e que os dois clubes não recolheram da maneira correta o FGTS (fundo de garantia por tempo de serviço).

"Quando Alexandre Pato foi contratado pelo Corinthians, foi prometido a ele um determinado salário. Parte desse salário, mais de 60%, foi composto como direito de imagem para burlar direitos trabalhistas. Quando o jogador chegou ao São Paulo, ficou estabelecido que o Corinthians pagaria 50% dos vencimentos e o São Paulo, outros 50%. O Corinthians está em atraso em dez meses e o São Paulo, em três. Por isso, entramos com a ação, documentamos tudo, despachamos com a juíza", explicou o advogado do jogador, João Henrique Chiminazzo, ao portal LANCENET.

Segundo a lei determina, o jogador pode romper o contrato de trabalho após um atraso de três meses de salário. A responsável pelo processo, a juíza Maria Alice Severo Kluwe deu, nessa quinta-feira, um prazo de 72 horas para o Corinthians apresentar provas em sua defesa e recusou a rescisão imediatamente.

"Essa decisão da juíza já era esperada. Não conseguimos provar que o Pato não recebeu. Ela (juíza) concedeu o prazo para os clubes apresentarem os comprovantes de pagamento. Ou seja, até o ingresso da ação. Se os clubes não fizeram isso, não é permitido fazer depois. Vamos aguardar, vamos monitorar o processo", completou o advogado.

O presidente Roberto de Andrade, no entanto, negou que o Corinthians esteja devendo ao jogador. Segundo ele, os direitos de imagem do atacante não pertencem a ele e estão todos pagos.

"Eu vou explicar aqui, pouca gente vai entender. A imagem do Pato não é dele. É de uma empresa inglesa, ele vendeu quando ele tinha 16 anos de idade. O contrato de imagem com o Corinthians não é dele, é em nome de uma empresa. Está tudo pago", disse, em entrevista à Fox Sports.

Por temer a reação das torcidas de ambas as equipes, o jogador pediu para que a ação fosse julgada em segredo, mas a juíza não aceitou o pedido. "A Constituição Federal determina que os atos processuais são públicos, tratando-se de garantia do cidadão para controle dos atos judiciais".

Veja Mais:

  • BMG já injetou R$ 30 milhões no Timão; banco também possui ligação com Atlético-MG

    Corinthians e BMG podem costurar acordo por Luan, indica Carille

    ver detalhes
  • Carille foi convidado desta segunda-feira do programa Bem, Amigos!

    Carille detalha conselho de Ronaldo Fenômeno para voltar a treinar o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians está conversando para tentar trazer Romarinho de volta

    Corinthians entra em contato com Al-Ittihad para contratar Romarinho; jogador se pronuncia na Arábia

    ver detalhes
  • Romero segue treinando a parte e não será relacionado aos jogos do Corinthians enquanto não resolver sua situação contratual

    Carille comenta situação de Romero e explica mudanças pelos lados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes