Corinthians estaria disputando atacante chileno com o Grêmio

Corinthians estaria disputando atacante chileno com o Grêmio

Por Meu Timão

Carlos Muñoz seria novo alvo do Corinthians para reforçar o ataque

Carlos Muñoz seria novo alvo do Corinthians para reforçar o ataque

Foto: Divulgação

O Corinthians parece não estar medindo esforços para reforçar o ataque alvinegro. Ainda sem conseguir se firmar lá na frente, o Timão agora entrou na briga pelo atacante Carlos Muñoz. O chileno, que pertence ao Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, está quase acertado com o Grêmio. No entanto, o time gaúcho está sofrendo com a concorrência do Timão. A informação é do jornal "Correio do Povo".

A situação de Muñoz é bem vista pela diretoria alvinegra. O chileno está sem atuar desde fevereiro. O time árabe alcançou o limite de estrangeiros e o atacante está sendo colocado de lado.

A situação o deixou fora da última convocação da seleção do Chile para a disputa da Copa América e, por isso, o atacante estaria desejando retornar ao futebol sul-americano. Além do Grêmio, que já declarou publicamente interesse, um time mexicano também estaria na briga.

Com 26 anos, Carlos Muñoz foi revelado no Santiago Wanderes, mas ficou conhecido ao jogar no Colo Colo, em 2011, quando marcou 22 gols e se tornou artilheiro do campeonato Chileno naquele ano. Presença constante na seleção do seu país, o atacante foi contrato pelo Al-Ahli em 2014.

Veja Mais:

  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes
  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes