Fábio Santos revela receio da diretoria em cobrar Sheik

Fábio Santos revela receio da diretoria em cobrar Sheik

Fábio Santos revelou que já deu muitas broncas em Emerson Sheik

Fábio Santos revelou que já deu muitas broncas em Emerson Sheik

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Fábio Santos deixou o Corinthians depois de cinco temporadas e acertou com o Cruz Azul, do México. Nesse período, presenciou muitas cenas dentro e fora do gramado. Conhecido por ser um dos líderes do elenco, o, agora, ex-lateral do Timão, contou que já viveu saias justas por causa dessa posição.

"O Sheik, por exemplo, dava muito trabalho em questão de atraso e outras coisas. E o pessoal da diretoria tinha receio de falar com ele, então, eu que falava. No começo, ele ficava bravo comigo. Agora, me ama de paixão", revelou Fábio, em entrevista ao Diário de S. Paulo.

O lateral explicou quais broncas dava no atacante, que também deixou o clube recentemente e agora está no Flamengo. "Eu dava uns toques nele a respeito da importância de chegar no horário. Tinha outra coisa que ele fazia e irritava o time todo, que era mandar avançar a marcação na saída de bola do adversário. Isso não estava combinado e soava mal com a torcida. Todo mundo odiava", contou.

Além das broncas a Emerson Sheik, o lateral também contou sobre o pior momento que viveu nos anos que vestiu a camisa do Corinthians: a invasão dos torcedores no CT Joaquim Grava, em 2014.

"A derrota para o Tolima (na pré-Libertadores de 2011) foi complicada, mas a invasão dos torcedores ao CT, em 2014, foi o pior momento. Eu tinha feito cirurgia de hérnia oito dias antes e não estava treinando. Ao chegar ao CT, vi os goleiros correndo por causa da invasão. Mesmo sem entender bem, corri para o quarto onde me concentrava e tranquei a porta", relembrou.

"Eles chegaram a chutar a porta do quarto, falando que iam matar todo mundo. Foi bem punk. A sorte era que não sabiam que eu estava dentro, senão... Os goleiros estavam no quarto do lado", completou.

Veja Mais:

  • Jogadoras do Corinthians precisam vencer o Santos para garantir o título

    Corinthians enfrenta o Santos pela finalíssima do Brasileiro Feminino

    ver detalhes
  • Fernando César (empresário), Roberto de Andrade, Pablo, Flávio Adauto e Alessandro em reunião

    Corinthians acerta permanência de Pablo; resta acordo com Bordeaux

    ver detalhes
  • Walter não será liberado pelo Corinthians

    Corinthians bate o martelo e não libera Walter para o São Paulo; novo encontro no sábado

    ver detalhes
  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes