Alessandro reprova agenciamento de jovens atletas: 'O clube tem condições de cuidar no início de carreira'

Alessandro reprova agenciamento de jovens atletas: 'O clube tem condições de cuidar no início de carreira'

Por Meu Timão

Alessandro mostrou incômodo com agenciamento precoce de jogadores

Alessandro mostrou incômodo com agenciamento precoce de jogadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com a venda do meia Matheus Cassini para o Palermo, da Itália, que foi acertada no mês de maio, os torcedores alvinegros passaram a cobrar, com maior tenacidade, um melhor aproveitamento dos atletas da base do Corinthians.

Ao que tudo indica, as exigências surtiram efeito, visto que o clube do Parque São Jorge iniciou um projeto, por iniciativa de Edu Gaspar, Alessandro Nunes, Edu Ferreira e do presidente Roberto de Andrade, que visa a integração de todos os departamentos de futebol do Timão, desde a categoria sub-11.

"Estou nesse cargo há um ano e meio, confesso que realmente precisava viver o dia a dia deles para enfrentar as dificuldades e problemas dos garotos. Fiz ainda mais isso a pedido do presidente Roberto de Andrade. Todos nós vamos dar mais atenção ao futebol amador", explicou Alessandro.

No entanto, sobre os atletas da base, o ex-lateral direito e atual coordenador técnico do clube, mostrou-se incomodado com a ação de empresários em jogadores tão jovens.

"Os atletas têm seus agentes cada vez mais cedo. Tem gente cuidando de atletas de 13, 14, 15 anos. Acho muito cedo para que um atleta possa ter um procurador. O clube tem totais condições de cuidar do atleta nesse início de carreira. Depois, com mais vivência, ele pode escolher como vai cuidar da carreira", afirmou.

Depois de declarar que a base receberá maior atenção do clube, Alessandro reconheceu que a tendência é de que existam cada vez mais agentes para os garotos da base.

"O clube tem uma estrutura completa em todos os sentidos. Tem um caminho, uma linha que o Corinthians segue de maneira correta. Mas é natural que aconteça de ter procuradores no futebol. Na base, talvez tenha mais e mais empresários por causa da demanda. São muitos atletas", finalizou.

Veja Mais:

  • Pablo voltou a sentir dores na coxa e precisou deixar o gramado quarta-feira

    Pablo é diagnosticado com lesão e se torna desfalque do Corinthians

    ver detalhes
  • Clayson pode ser titular contra o Fluminense, mas outros estão no páreo.

    Sem Carille, definição do time titular do Corinthians no Rio é adiada

    ver detalhes
  • Pablo para por até seis semanas no Corinthians

    Médico do Corinthians explica lesão de Pablo e nega relação com contratura

    ver detalhes
  • Carille vive dia complicado nesta sexta-feira

    Carille sofre perda familiar, e Corinthians se solidariza com nota de pesar

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes