Com atuação impecável, zagueiro Felipe comenta briga durante a partida

Com atuação impecável, zagueiro Felipe comenta briga durante a partida

Por Meu Timão

Felipe levou amarelo após desentendimento com Nikão

Felipe levou amarelo após desentendimento com Nikão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Campeão do Mundial pelo Corinthians - como reserva - o zagueiro Felipe precisou de paciência para conquistar sua vaga como titular. E quando ela veio, após a saída inesperada de Anderson Martins, ainda foi preciso encara a desconfiança da torcida.

Agora, mais seguro em campo, o jogador é um dos destaques da defesa corinthiana - a melhor do Brasileirão. Na partida contra o Atlético-PR, o defensor fez boa atuação, mas acabou apenas com uma nota de 7,6 segundo a avaliação da torcida.

O desempenho técnico impecável contou à favor, porém, foi a indisciplina que tirou pontos valiosos do jogador. Felipe acabou se envolvendo em uma briga fora do lance com o jogador Nikão, e levou o cartão amarelo. Ao final da partida, o jogador comentou o evento: "Eu queria ir para a área, encostar um pouco mais e ele não queria me deixar passar. Eu saía e ele vinha atrás; aí eu tomei um cartãzinho e fiquei um pouco pendurado", comentou.

Apesar da bronca, o jogador garante que a "briga" não é só ali. Foi exatamente essa a palavra que Felipe usou para explicar o momento do Timão. "Estamos aqui para mostrar isso, a gente vem sempre para brigar como campeão. Hoje estamos no G4. Jogando bem dentro de casa, fora perdemos muitas oportunidades contra o Goiás, que merecia a vitória. Mas essa é a meta, ser campeão."

Para conseguir isso, o zagueiro sabe que o caminho é difícil - e lidar com o desgaste físico é um dos maiores desafios. Por isso, Felipe elogiou muito o trabalho do departamento médico corinthiano, que garantiu sua permanência em campo: "O jogo do Goiás deu um desgaste, eu senti a perna, saí muito cansado e não deu tempo de recuperar. O departamento médico está de parabéns, fiz os testes e senti um pouco quando estava aquecendo. Aproveitei para avisar e deu uma mexida, joguei até o final e não estou sentindo nada." acrescentou o jogador.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes