Por economia, Timão libera meia afastado para a Tailândia

Por economia, Timão libera meia afastado para a Tailândia

Por Meu Timão

Liberação de Vítor Júnior causa economia de cerca de R$ 1 milhão ao Timão

Liberação de Vítor Júnior causa economia de cerca de R$ 1 milhão ao Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians acertou uma negociação importante que deve gerar uma economia de cerca de R$ 1 milhão aos cofres até o final do ano. O meia Vítor Júnior foi liberado sem custos para assinar com o Police United, da Tailândia. A informação é do UOL Esporte.

O jogador estava encostado, treinando separado e já havia recusado diversas oportunidades de empréstimos. Com contrato até o final deste ano, o meia ainda receberia cerca de R$ 1 milhão, se permanecesse até lá. Agora já é passado dentro do clube do Parque São Jorge.

Vítor Júnior é considerado uma das piores contratações alvinegras nos últimos anos. Ele foi contratado em janeiro de 2012, vindo do Atlético-GO, mas só disputou oito jogos do Paulista daquele ano.

Depois disto, foi emprestado para uma série de clubes: Botafogo, Internacional e Figueirense. Deixou o último porque estava com tudo certo para se transferir para o futebol mexicano, mas o negócio não deu certo e ele voltou ao Corinthians.

Desde então, ele vem recusando ser emprestado e preferiu treinar em separado no CT Joaquim Grava. Vítor Júnior recusou até ir para o Bragantino logo que a parceria entre os dois clubes foi firmada.

Na época da contratação, o Timão considerou a compra de Vítor Júnior como um "chapéu" no rival Palmeiras, que tinha tudo acertado com o meia. Entre o valor da compra, das luvas e dos salários pagos até agora, o Corinthians gastou cerca de R$ 10 milhões com ele.

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes